Encontre em seu quintal o remédio natural!

Para que os remédios naturais tenham efeito, é necessário ter um estilo de vida saudável, evitando fumar, beber (álcool), e deve se exercitar. O estilo de vida saudável resume-se em 4 pontos:
1-Nutrir-se adequadamente
2-Exercitar-se fisicamente
3-Evitar toxinas
4-Manter uma atitude mental adequada.

Obs: Os remédios naturais não substituem a visita ao médico.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

177 Doenças curáveis com Plantas

Plantas Medicinais (Livro) Irmão Cirilo Vunibaldo Körbes (1923-1996) Adquira o livro com 710 fotos coloridas: Grafit Editora - grafit@wopm.com.br

(Esses cuidados naturais Não substitui os cuidados médicos)

1) Abscessos: Tumor, ajuntamento de pus. Para amadurecê-Io, pode-se aplicar cataplasma de: açoita-cavalo (casca), assa-peixe ou mata-campo, arroz, bardana, cabaça ou porongo, calêndula, cardo-santo, cebola, cinamomo (folhas), erva-de-passarinho (fruto com farinha), jurubeba (foIhas e frutos, uso interno), malva, melão-de-são-caetano, tuna, amora-do-mato (folhas), aipo com mel e farinha (emplasto), arrebenta-cavalo (aplicar fruto), copo-de-Ieite (bulbo amassado), vassourinha-do-campo (folhas picadas com sal, uso externo) .

2) Acidez do Estômago: Açoita-cavalo, amora-do-mato, anis, araçá-do-campo, bardana, boldo, camboatá, caqui, cipó-mil-homens, erva-cidreira, erva-de-raposa ou santos-¬filho, endro, espinheira-santa, funcho, gengibre (bulbo), hortelã, juá (chá 5 frutinhas), laranja (casca), limão, losna, louro-preto, mamica-de-cadela (casca), paratudo (casca), pariparoba, pasto-de-anta, picão (folha e flor), pitanga, poejo, quebra-pedra, tansagem, paineira (casca)

.

3) Acne: Espinhas, cravos, pústulas, cistos. Doenças das glândulas cebáceas do rosto, da pele. Duração de 2 a 20 anos. Evitar chocolate, derivados de leite, bebidas alcoólicas. Usar laxativos e purgantes. Regularizar as funções hepáticas e intestinais. Agrião (salada), arroz (emplastro de farinha), argila (aplicar ou tomar na água), banhos faciais diários, limão (passar no local), feijão (farinha em vinagre, passar), maravilha (passar pó da semente), tansagem (chá), nogueira (chá das folhas), vitaminas A e E, salsaparrilha (chá das folhas e raiz).

4) Aftas: Pequenas bolhas ou feridas na mucosa da boca. Amora-preta, amora-vermelha (chá para fazer bochechos), tansagem (bochechos), guaçatonga (tomar e fazer bochechos), malva.

5) Alcoolismo: Plantas que ajudam a combater o vício de beber álcool: angélica, carvalho (chá das bolotas), limão, maracujá-açu, couve (talos colocados na cachaça e tomar uma colher por dia), erva-cancrosa, espinho-de-carneiro (a raiz no chimarrão), flor¬-do-pará. Fazer ao embriagado uma xícara de café salgado. Vassoura-do-campo (dos brotos tomar o chá).

6) Aleitamento: Aumentam o leite materno. Abóbora (comer), agrião, amendoim, amêndoas, aveia, banana, beldroega (comer e tomar chá), castanha, caju, canjica, cebola, cenoura (semente), cominho, coco, erva-doce, funcho, feijão, figos, grandiuva (chá), lentilha (comer), milho-verde, oliva (óleo), pamonha. Plantas que diminuem ou suprimem o leite materno: cana-do-brejo (chá da raiz), cerefólio (aplicando em cataplasma sobre os seios), dulcamara (cataplasma), escolopendra (chá, uso interno), sabugueiro (chá das flores), salsa (folhas amassadas em cataplasma), sene (chá das folhas 3 xícaras por dia), hortelã-pimenta (cataplasma), pervinca (cataplasma das folhas), tasneirinha, sálvia (chá uso interno).

7) Alergias: Grande sensibilidade natural a determinadas substâncias. É importante descobrir a causa. Calêndula (tomar o chá das folhas ou da flor), é boa para qualquer alergia. Carobinha-do-campo (contra alergia de pele, tomar o chá e lavar-se com um cozimento mais forte), oficial-de-sala ou paina-de-sapo (lavar-se). Tomar sal do mar em pequenas colheradas. Evitar alimentos e bebidas ácidas.

8) Amarelão: Certificar-se se vem do fígado ou de vermes no sangue. Conforme a causa, veja icterícia ou a palavra vermes.

9) Amebas: São vermes que vivem em nosso organismo, nos intestinos. Causam cólicas crônicas e disenterias: Carobinha-do-campo (chá das folhas em infusão), cebola, erva-de-santa-maria (chá). O cozimento da raiz da ipecacuanha é empregada na cura da disenteria amebiana.

10) Amenorréia: É supressão do fluxo menstrual, fora da menopausa, ausência de menstruação. Plantas: aipo (chá), arruda (chá fraco), artemísia, avenca, baunilha, calêndula, cabeça-de-negro (taiuiá), carapiá, salsa-de-horta, margarida, marroio branco.

11) Amigdalite: Inflamação das amígdalas. Função defensora do organismo. Fazer gargarejos quentes com chá de plantas como: angico (casca), anis, amoreira (folha), alho (com leite quente), bardana, camomila, canela, carapiá (gargarejos), chicória, cipó¬chumbo, hortelã, jequitibá, limão (suco), malva, picão, romã (folhas ou casca), rosas (folhas ou flor), sabugueiro, salva, tansagem (todo o pé), trevo-cheiroso.

12) Anemia: É causada por deficiência de minerais: ferro, cobre, vitaminas e proteínas.

Sangue fraco, pobre em glóbulos vermelhos. Ajudam a combater e evitar anemia: agrião, alfafa, angélica, araruta (fécula), araticum (banhos), arruda, aroeira (chá), artemísia, aveia, avenca, beterraba, cabriúva, camboatá, cambuí, canela, carqueja, capim-cheiro, capim-¬de-burro, canjerana, caqui, carapiá, casca-de-anta, catuaba, cereais em geral, centeio (sopa), cenoura, cipó-cravo (casca), coca, coco, coqueiro (raiz), couve, confrei, dente¬-de-leão, espinafre, erva-mate, erva-de-são-joão, fava, guaco, gengibre, feno-grego, erva¬da-míngua, língua-de-vaca (raiz), lentilhas, limão, losna, lúpula, melado, marapuama, nogueira (folhas, nozes), orquídea, pau-pereira, pinheiro, picão, pita, quina (amarela), repolho, trigo integral, salsa, salsaparrilha, serralha (suco), tarumã, urtiga-vermelha, urucum (colorau), vinho natural.

13) Angina: Inflamação forte das mucosas da garganta, laringe e traquéia. Agrião, alho, camomila, cereja (brasileira), cactos (chá), cipó-chumbo, erva-de-santa-maria (folhas), erva-levante, gervão, limão (bochechos), jequitibá (a casca para gargarejos), pariparoba (chá), poaia-preta, perpétua, poejo, mastruço, mostarda, musgo-da-islândia, sálvia-cidreira (chá), sabugueiro, tansagem (tomar e fazer gargarejos), tinhorão (raiz para gargarejos), trapoeiraba (tomar e fazer gargarejos), tomate (chá para gargarejos), uva¬-do-mato (chá), violeta (chá), urtiga-branca (chá).

14) Angina Pecteris: Doença das artérias do coração. Sintomas: forte dor no peito, falta de ar, dor que se espalha para o braço esquerdo e para as costas. Plantas: erva-¬santana, sete-sangrias, erva-de-bugre, flor-da-noite (chá), cacto, cordão-de-frade (chá), pixirica (chá), jaracatiá (chá) e famoso Crataegus oxyacantha.

15) Apendicite: Consultar o médico. Não esperar. Para aliviar a dor, aplicar cataplasmas de leite coalhado ou colocar gelo sobre o baixo ventre. Se for crônica, use chá de alfafa, beladona, cipó-mil-homens, cipó-suma, guaxuma (raiz), picão (raiz), tansagem (chá).

16) Arteriosclerose (degeneração e endurecimento das artérias, capilares), chá das seguintes plantas: alcachofra, alface, alho, amora-branca, cana-de-macaco, cebola, chapéu-de-couro, chá-de-bugre, guaraná, espinheira-alvar, jurubeba, limão, maçã (vinagre ou chá das cascas), oliveira (chá), sete-sangrias, sabugueiro, taiuiá, visco ou erva-de-¬passarinho.

17) Artrite (inflamação nas articulações): tomar durante o dia alternando duas xícaras de chá de cavalinha e 4 xícaras de chá de aipo ou: urtiga, araçá, alfafa, barbasco, buva, calêndula, alfavaca, carobinha, cedro-rosa, coerana (a raiz), guiné, guaco, cerejeira, salsaparrilha, malvão, violeta, aplicar compressas quentes.

18) Artrose (afecção não inflamatória degenerativa de uma articulação): tomar chá de: aipo, alfafa, araçá, buva, calêndula, cedro-rosa, caroba (casca), canema (raiz), guiné, guaco, paineira (casca), salsaparrilha, tarumã, rabanete, violeta, cavalinha.

19) Asma (dificuldade de respirar): agoniada, alfazema, azedinha (hortaliça), bananeira (suco), beladona (folhas, fumar as flores), cambará, cambuí, cardo-santo, cará-da-pedra, cedro-vermelho (flores), celidônia, cenoura (bulbo), cerefólio, cordão-de-frade, corticeira (casca), dorme-dorme (xarope), embaúba (raiz), espinheiro-maricá (foIhas), eucalipto (folhas), figo (fruto), gengibre (bulbo), hortelã-brava, jabuticaba (entrecasca), limão, mamoeiro (flor), marroio, maracujá, papoula-de-espinho, crem, perobinha-do-campo, pinheiro (resina), quiabo (semente), quitoco, rábano (suco), romã (flores), sabugueiro (folhas e flores), salsa (suco), sálvia, santos-filho (folha), trapoeraba (folhas e ramos), verbasco.

20) Azia: Ver estômago. Plantas indicadas: agrião, alecrim, arruda, artemísia, aspargo, boldo-do-chile, bardana, cancrosa, carqueja, canela, catinga-de-mulata, cipó-mil-homens, dente-de-leão, erva-macaé, erva-tostão, espinheira-santa, hortelã, gervão, gengibre, juá, jurubeba, losna, limão, moranguinho, mamangava, macela, mamica-de-cadela (casca), pau-amargo, pariparoba, picão, poejo, pita, quina, quebra-pedra, rúcula, salsa, sucupira (semente), zínia.

21) Baço: Em caso de baço inflamado, aplique um pano umedecido em água de cal.

Ervas boas para o baço: agrião, arruda, artemísia, aspargo, cancrosa, carqueja, dente-¬de-leão, erva-tostão, jurubeba, moranguinho, picão, quina, rúcula, salsa.

22) Banhos: Para adultos e crianças. Plantas: abútua, açoita-cavalo, araticum, arnica, angico, aveia, buva, bardana, bananeira, calêndula, caroba, canforeira, cipó-de-são-joão, cipreste, cipó-mil-homens, cipó-suma, cinamomo, espada-de-são-jorge, erva-lanceta, goiaba, guabiroba, guaxuma, fumeiro-bravo, farelo-de-trigo, malva, maria-mole, milhã, no-gueira, santos-filho, sabugueiro, taquara, tansagem.

23) Bexiga (cálculos): Tomar todos os dias limão, chá das folhas secas de pessegueiro, alfafa, ananás, barba-de-bode, caroba, camboatá, cenoura (folhas), cardo-¬santo, chicória, carrapicho-de-carneiro, capim-de-burro, capim-pé-de-galinha, caruru-de-¬espinho, coroa-de-cristo (leite), cavalinha, chincho, chorão, hortênsia, limão, parreirinha¬-brava, primavera, pêssego (folhas), pucha-tripa, milho (estigmas), quebra-pedra, rabanete, suçuaiá, salsa, rabo-de-cavalo, tarumã, três-cipós, videira (folhas). Bexiga (inflamações): camomila, carobinha-do-campo, celeri, coerana, chincho, feijão (vagem), hortênsia, milho (cabelos ou pendão), malva, pinheiro (brotos), tansagem, trapoeraba, urinária, urtiga e violeta. Bexiga (excesso de ácido úrico): abacate, alcachofra, alfafa, begônia, chapéu¬-de-couro, capim-de-burro, cipó-cabeludo, douradinha-do-campo, erva-de-bugre, erva-¬terrestre, melancia, pepino (1 copo de suco por dia), tuna, umbaúba, três-cipós, urtiga, unha-de-gato.

24) Blenorragia (Gonorréia): abútua, amor-da-campo, angico, aperta-ruão, bardana, barba-timão, boldo-do-chile, beringela (chá), caroba, carrapicho-de-carneiro, chá-de-bugre, chorão, cana-de-macaco, cipó-suma, cipó-açougue, cipreste, crista-de-galo, umbaúba, guandú, jarrinha, jaborandi, jatobá, língua-de-vaca (chá), pau-amargo, pita, rosa, salsa-¬da-horta, sapé, ti ri rica, túia, taiuiá.

25) Boca (inflamações): fazer bochechos com infusão de crista-de-galo. Também com ervas adstringentes, como: coentro (semente), goiabeira (folhas), gerânio, jabuticabeira, malva, romã, tansagem.

26) Bócio: agrião-do-pará, carvalhos, cebola, fedegoso, rosa-canina, túia, iodo-potável.

27) Bronquite: (inflamações dos brônquios ou pulmões): agrião, alcaçuz, alecrim, alfavaca, amor-perfeito, arruda, assa-peixe, avenca, babosa, barba-de-bode, bardana, beldroega, cabriúva, cacto, camboatá, cambará, cambuí, cambuí-caseiro, capim-pé-de¬galinha, cereja (casca), confrei, cravo-de-defunto, cenoura, cordão-de-frade, crista-de¬galo, douradinha-do-campo, erva-de-passarinho, erva-de-santa-maria, eucalipto, figo, figueira (torrar os frutos reduzir a pó e fazer chá - 1 colher de sopa), gengibre, guaxuma, iris, jaborandi, jatobá, jasmim (flor), oliveira, limão, linho (semente), malva, mamão, maracujá, mastruço, pau-doce, pinheiro (renovos), pulmonária, primavera, nabo, quitoco, salva, samambaia, tansagem, tussilago, umbaúba ou caixeta, trapoeraba, urucum, urupê, vassourinha, verbasco, verônica, violeta.

28) Bursite: Aplicações externas com folhas de beladona (aquecer e aplicar duas vezes ao dia). Folhas de malvão (tomar o chá). Receita para tintura de coerana das folhas 250 g mais guaçatonga 25 g mais genista 25 g, para fazer com algodão massagem uma a três vezes ao dia. Misturar com glicerina 10 por 1.

29) Cabelo: (queda e caspa): lavar com alecrim, alfazema, babosa, bardana, capuchinha (folhas e sementes), chorão, caraguatá, espada-de-são-jorge (lavar), gervão (lavar), jaborandi, limão e cebola (suco), malagueta (suco), mimo-de-vênus (lavar), quina, tuna ou cacto (lavar), papoula, pita (lavar), saudades, suco de agrião em álcool, banhos de sol, urtiga.

30) Câimbras: alfazema, angélica, camomila, limão, mil-em-rama. Do estômago: celidônia, bardana, erva-cidreira, salva. De sangue: açoita-cavalo. Dos músculos: anis, artemísia, camomila, limão, menta, salva, salsa, tomilho, água com sal (tomar).

31) Calores da Menopausa: abútua, açoita-cavalo, abacateiro, agoniada, algodoeiro, bolsa-de-pastor, carapiá, camomila, calêndula, cimicífuga, cominho, girassol, joão-da¬costa, maracujá, margarida, marroio-branco, malva, mentrasto, melissa, oliveira (folhas), poejo, sene, sussuaiá, tarumã.

32) Calos: alho (aplicar o suco), avenca (preparada em álcool e passar 3 a 4 vezes ao dia), cebola em vinagre, chapéu-de-couro (suco), cipó-cabeludo, cipó-timbó (leite), figueira (leite), figo (leite), flor de papagaio (leite), folha-da-fortuna, mamão (leite), nata (aplicar), vinagre (aplicar 3 vezes ao dia).

33) Câncer: Este mal está sendo tão freqüente entre nós. A medicina e mesmo outras alternativas até com plantas tem curado diversos tipos de câncer tanto interno como externo. Há muitos fatores que o causam, falta de conhecimentos preventivos que levam tanta gente à morte lenta e dolorosa. Medidas preventivas como alimentação saudável, com frutas e cereais integrais, higiene, fuga de vícios como fumo, álcool, drogas. Algumas plantas têm dado bons resultados no combate a este mal. Como exemplo temos a calêndula, a avenca e a túia que ajudam combater excrescências, pólipos e verrugas, curando pessoas com câncer. Outras plantas em forma de chá ou pomada tem dado bons resultados. Ei-Ias: alho, açoita-cavalo (casca), amêndoa-de-tamasco (comer), araticum (casca), buva (em caso de leucemia), cactos, cancerosa ou espinheira-santa, cavalinha, celidônia (folhas e raiz), gervão, gerânio, guaco, guiné, erva-santa, bago-de¬-veado ou malvão, esfregão (folhas, usado muito na África), figo (5 a 6 gotas do leite em água por xícara), lágrimas-de-nossa-senhora,jurema-preta, cipó-de-são-joão (a flor tomar e aplicar a pomada dela), margarida, paina-de-sapo (conhecida também por oficial-de¬sala - chá, começar fraco e aumentar), pervinca, salva, salsaparrilha, tansagem (já houve várias curas), velame-do-campo, violeta (20 g de folhas ou 10 g de flores por litro de água), umbaúba (suco da raiz), avelós (leite diluído na água, já houve várias curas).

34) Catarro da bexiga: guabirobeira (folhas e casca), begônia (suco ou chá), bago-¬de-veado, caroba, coerana, trapoeraba, erva-de-santa-maria, urtiga. Catarro intestinal: agrião, celidônia, caqui, gengibre, para-tudo, hortelã, erva-de-santa-maria, tansagem (semente), araruta, arroz (água), alguns laxantes.

35) Catarro Pulmonar: avenca, angico, bananeira (suco), caraguatã, camapu, capim¬-pé-de-galinha, cardo-santo, casca-de-anta, cebola, coqueiro, erva-macaé, erva-terrestre, umbaúba, grandiúva, guaco, hortelã, jatobá, mil-em-rama, mostarda, pessegueiro (resina), pinheiro (resina), rábano, sempre-viva, sálvia-cidreira, túia, verbasco, violeta.

36) Caxumba (inflamação das glândulas salivares): bardana (aplicar as folhas), dorme¬dorme (toda a planta florida em emplastro), coerana, erva-cidreira, fumo (folhas untadas), beladona (folhas, aplicação externa), tansagem (aplicação externa e tomar o chá).

37) Celulite (alteração do tecido celular subcutâneo): chá de ervas como: cabelo-de¬milho, cavalinha, dente-de-leão, taquara (folhas), sabugueiro. Cataplasmas de farelo, de algas, de coalhada. Evitar descontroles hormonais. Exercícios físicos, massagens para favorecer a circulação. Mudar hábitos alimentares, aplicar argila com a hera-terrestre.

38) Ciática (inflamação do nervo ciático): aroeira, cedro (casca) camapu, corticeira (folhas ou cascas), eucalipto, gengibre (raiz), giesta (flores), couve (folha fresca), hortelã, limão, feijão (farinha do grão em fomento), urtiga (fazer urtigação), mostarda-negra (cataplasmas mornos). Para acalmar a dor uso interno e externo: corticeira, maracujá, papoula, malva, beladona (uso externo as folhas), tansagem. Tomar chás diuréticos. Amassa-se um punhado da erva-ciática e aplica-se sobre a parte afetada deixando agir durante 30 a 50 minutos. Ao retirar a pele fica avermelhada e forma-se uma bolha com água no local que deve ser esvaziada com a ajuda de uma agulha esterelizada. Vazará por vários dias parando naturalmente. Passe uma pomada para evitar inflamação uma pomada depois.

39) Circulação (fraca) do Sangue: açafrão, algodão (folhas), alho, chá-de-bugre, casca-de-anta, douradinha, erva-mate, erva-de-santa-maria. Para regular: alecrim, alho, algodão (folhas), anil, camboatá, erva-cidreira, erva-lanceta, laranjeira (folhas), hortelã, salva, urtiga, tajuba (casca), tarumã, verbena, arnica, margarida (folhas).

40) Cloro: (anemia que atinge algumas jovens na puberdade) Alfafa, alecrim-do-jardim, alfavaca, agrião, angélica, arroz-integral, avelãzeira (semente). Caqui, cassaú, camomila, coco, centeio, cerefólio, cevada, chicória, dente-de-leão, esfregão (chá das folhas), jurubeba, marroio-branco, melissa, quina, pita (chá das folhas), espinafre, lentilha.

41) Cobreiro: aipo, anil, espirradeira (flores ou folhas, fritar em azeite, passar o óleo), fedegoso (suco das folhas), guiné (em álcool, passar), genista (folhas), fumo (aplicar folhas frescas), losna (banhar), limão, quebra-pedra, quina, rabo-de-bugio (lavar), tansagem (suco), trapoeraba (folhas, aplicar e tomar), trigo (emplastro), urtiga (raiz, tomar e lavar).

42) Coceira: carobinha (lavar e tomar), espirradeira ou oleandra (casca ou flores, fritar em azeite e passar), carne-de-vaca (casca), cipó-suma, genista, losna, macela (compressas), rubim (suco), tansagem (suco), trapoeraba (suco), sabugueiro (flores).

43) Cólera Morbus: Alguns tratamentos que em epidemias tem ajudado são taiuiá ou cabeça-de-negro (chá da raiz), alho, fava-de-café (pó-de-mico, cozimento das raízes), cebola-do-mar (chá das folhas), pimenta-do-reino (2g em 250 ml de água para uso interno), noz-moscada-do-pará (tintura alcoólica uso em gotas), pedra-ume-caá (decocto da raiz ou folhas nas diarréias colerinas), tansagem (semente contra cólera infantil).

44) Colesterol: taxa normal 200 mg%; suspeita 220 a 260; alta 260 a mais. Taxa dos triglicerídios normal 150 mg: suspeito 150-200; alta 200 a mais. Ajudam a combater: alcachofra, alecrim, camomila, alho, chapéu-de-couro, melissa, menta, pata-de-vaca, salva, chucrute, vinagre-de-maçã (3 colheres de sopa por dia). Seguir regime alimentar, fazer jejum periódico. Usar chás laxantes e diuréticos. Evitar abuso de gorduras, farinhas e açúcar.

45) Cólicas: camomila, anis, artemísia, bardana, cordão-de-frade, endro, funcho, goiabeira-do-campo, picão. Cólicas hepáticas: bardana, beladona, cordão-de-frade, manjerona, mentrasto, mil-em-rama, alecrim, alcachofra, chicória, dente-de-leão, calêndula, tansagem. Cólicas menstruais: abútua, cipó-mil-homens, corticeira, laranjinha-do-mato, mil-em-rama, hortelã, mentrasto, aveia, zínia. Cólicas renais: chicória, dente-de-leão, quebra-pedra, mil-em-rama, bardana, cordão-de-frade, manjerona, santos-filho, picão, tansagem.

46) Coluna Vertebral: aliviar dores, falso-boldo, maria-mole (aquecer e aplicar), beladona (folhas aplicar), hortênsia (folhas aplicar), corticeira (com o cozimento fazer compressas), couve (folhas aplicar). Tomar chá de: açoita-cavalo, arnica, alfafa, batata¬purga, aveia, caroba, cipó-mil-homens, louro, losna, pacová, feijão (folhas cataplasma), perobinha, manjerona, salsaparilha, urtiga.

47) Comichão (combatem e acalmam): bardana (suco das folhas), carne-de-vaca, carobinha (casca para tomar e banhar), cipó-imbé (suco das folhas, passar), erva-macaé ou rubim (suco), espirradeira (as flores ou folhas: fritar em banha e aplicar), genista, losna (cozimento e lavar), maria-mole (aplicar o suco), tansagem (suco e aplicar), trapoeraba (suco: aplicar e tomar seu chá), urtigão (tomar e fazer banhos), rabo-de-bugio (casca para banhar).

48) Congestão Cerebral: (excesso de sangue na cabeça): Cuidados: pôr água fria na cabeça, aplicações quentes nos pés ou nas pernas. Uso de ervas - seu chá: agárico, alho, camomila, cebola, erva-de-bicho (chá ou em clister), flor-da-noite, limão, malagueta (suco em farinha para cataplasma), manjericão, melissa, rabanete, verbena, violeta.

49) Conjuntivite (inflamação aguda ou crônica da conjuntiva, pálpebras avermelhadas.

Evitar o vento, excesso de luz, substâncias irritantes): aplicar arruda (suco com água), avenca (erva seca em pano), bananeira (a água do tronco), camboatá (chá), maçã (suco), malva, mel (água melada), nogueira (aplicar cozimento das folhas), pessegueiro (flores e folhas), limão (suco com água), picão (tomar o chá e aplicar), porongo (a flor), rosas (pétalas), sabugueiro, salva, tansagem (tomar e lavar). Veja também, dor de vista.

50) Contusões: (machucaduras por quedas ou golpes): abacate (chá de 3 folhas, três vezes ao dia), arnica, cana-do-brejo, car-do-santo, confrei, corticeira (casca), erva-de¬santa-maria, erva-lanceta, folha-da-fortuna (cataplasma), girassol, guiné (calmante), prímula, malva, mastruço, manjerona, salmoura e vinagre (aplicar), beterraba (folhas), acelga (folhas), assa-peixe, hortênsia, margarida.

51) Convulsões: abútua, agripalma, alface (raiz), catinga-de-mulata, cordão-de-frade, coronha, corticeira, erva-cidreira, erva-moura, maracu-já, papoula.

52) Coqueluche: alfavaca, cambará, cará-da-pedra, caraguatá, carqueja (com mel), cambuizeiro, eucalipto, malva, figo (folhas), gerânio, timo ou 'tomilho, angico (goma), maracujá, sempre-viva, umbaúba ou embaúba, tansagem, taiuiá, violeta, crista-de-galo, guaco.

53) Coração: alho, anis, alecrim, cabelo ou pendão-de-milho, carrapichinho, capim-cidreira, chuchu, crista-de-galo, chapéu-de-couro, camboatá, cacto, colorau, douradinha, erva-de-bugre, erva-de-passarinho (baixar a pressão), guaco, girassol, hortelã, limão, marmeleiro-do-mato, sete-sangrias, sempre-viva, tapixirica, colorau, mandacaru, cana-de-macaco.

54) Debilidade em Geral: agrião, alfafa, alecrim, acelga, alfavaca, aveia, beterraba, buxo, carvalho, cebola, couve, cenoura, dente-de-leão, feno-grego (semente), hortelã, fava, maçã, milho, nabo, margarida, nogueira, jatobá, trigo, tansagem (semente e folhas), sálvia.

55) Depressão Circulatória: Agripalma, margarida, giesteira-das-vassouras (as flores).

Depressão psíquica: cevada, alface, figo (folha), margarida, meliloto, salgueiro-branco, sálvia, cidreira e erva-de-são-joão.

56) Descalcificação: (empobrecimento de cálcio no organismo): Ameixa, aveia, avelã, azeitona, batata, camarão, aboboreira, berinjela, beterraba, cebola, cacau, cenoura, cereja, cevada, cerefólio, couve-flor, couve, damasco, espinafre, feijão, figo, fígado, frutas cítricas, leite, manteiga, morango, melão, nozes, nabo, óleo-de-bacalhau, repolho, salsa, tomate, ostras, ovos. Tomar diariamente uma colher de chá de pó da casca de ovo ou do pó de osso.

57) Diabetes (excesso de açúcar no sangue): evitar açúcar e farináceas. Constatação do diabete: normal 100; suspeito 100-130; alta 130-220. Araçá-do-campo, avenca, bardana, carambola, carqueja, cedro (casca), centeio, cipó-pata-de-vaca, dente-de-leão, gerânio, gervão, gervãozinho, grapiapunha, jambo, jambolão (tintura ou o pó da semente), jucá, jurubeba, erva-de-passarinho, eucalipto, inhame, laranja (chá da semente), limão, macela, mançanilha, morrião, nogueira (folhas), oliveira, quebra-pedra, pau-ferro, pedra-¬ume-caá (folhas), pessegueiro (folhas), pata-de-vaca, (flores e folhas), pau-amargo, picão, romã (casca ou folhas), rúcula, sabugueiro (chá), sucupira, tremoço (o pó de 3 grãos por dose), urtiga-vermelha, poáia-branca.

58) Diarréia: abacate (carroço em pó), açoita-cavalo, amor-do-cam-po, angico, aperta¬ruão, araçá, araticum, aroeira, azedinha, bambu, baicuri, cacto, cambará, cambuí, canela¬preta, caparrosa, carapiá, carrapicho, cebola-do-mar (chá da folha), cipreste, coco (tomar o leite), crista-de-galo, erva-de-passarinho, erva-de-bicho, erva-de-são-joão (chá), erva¬macaé ou santos-filho, erva-silvina, espelina (chá, tintura), goiaba, guabiroba, guaxuma, jabuticaba, jatobá, losna, ingá, jarrinha, macela, marmeleiro, marmelo, macieira (folhas), maracujá, milha, mil-folhas (flor), mil-em-rama, mírtilo (folhas), pitanga, poejo, malva, pita, pau-amargo, rosa-vermelha, sete-sangrias, salsa, tansagem (folhas, semente), sem-pre-viva, tuna, simaruba, videira (folhas).

59) Disenterias: açoita-cavalo, abacate (semente torrada), agrimônia, alho, algodoeiro, alecrim, araticum, araçá, aroeira, azedinha, barbatimão, coentro, bolsa-de-pastor, bambu, cambuí, capim-gordura, caroba, carapiá, casca-de-anta, caparrosa, cipreste, copaiba (óleo), confrei, espinheira-santa, erva-do-bicho, erva-tostão, figo, goiabeira, guaraná, jaqueira, jatobá, jabuticaba, louro-preto, macela, macela-branca, maracujá, murta (folhas), poaia-branca, romã, serralha-branca, sarça, sete-capote, tansagem (folhas, semente), uvalha.

60) Dismenorréia: (distúrbios das regras): Alface; calêndula, camomila, iris (rizoma), joio, malva, malvaísco, maravilha (5 g por xícara), mil-em-rama (planta florida), repolho (folhas, aplicar no baixo ventre), sabugueiro (flores), salsa (sementes, raiz ou folhas ¬25g por xícara).

61) Dor de cabeça: (verificar a causa): alfazema, arruda, amor-perfeito, angélica, cravo (flor), acanflor, corticeira, erva-cidreira, erva-de-são-pedro, guiné, girassol, guaraná, língua-de-vaca (folha, aplicar na fron-te), maracujá, perobinha-do-campo, rainha-da-noite, sálvia, sene, sempre-viva, umbu, violeta, feijão (aplicar folhas verdes).

62) Dor de dente: alface (raiz), agrião (suco pingar no dente), alho (pôr o suco em algodão no ouvido do lado que dói o dente, com o suco da salsa idem), batata-doce (folhas, fazer bochecha), begônia (beber o suco com água), beterraba (beber o suco), chorão (bochecha com o chá das folhas ou casca), cravo-da-índia (tintura pôr com algodão na cárie), cambuí (raiz fazer bochechos), couve (chá dos talos), erva-lanceta (chá da raiz fazer bochecha), erva terrestre (chá), esfregão (as folhas esmagadas com um pouco de sal e água aplicar como cataplasma), feijão (comer os grãos e vagem verde), guiné (raiz contra dor), gengiva inflamada (fazer bochechas com chá da azedinha-do-brejo), papoula (bochecha), pariparoba (mastigar a raiz), pitanga (chá), fumar a erva do chá da índia depois de usado e seco, mantendo-se a fumaça na boca, imbiri (colocar suco), malva (bochecha), pêssego (chá com sal fazer bochecho), pinheiro (chá dos brotos fazer bochecha), rapacanela (por semente no dente), sálvia (esfregar as folhas nos dentes para branquear), tansagem (bochechas), rábano-da-horta (beber chá). Ver a palavra descalcificação.

63) Dor de ouvido: Colocar no ouvido com algodão embebido com o suco de uma das seguintes ervas: agrião, anis, alho, arruda, caité, artemísia, erva-santa-maria, gergelim (óleo), malva, manjerona, maraviIha ou 5 gotas de suco, bonina, maria-mole, trevo-roxo, tansagem, salsa (bolinha feito das folhas pôr no ouvido), pôr sobre o ouvido a flor de coroanha, colocar uma bolsa de água quente, sabugueiro, taquara (pingar a água), rábano na surdez pingar 5 gotas de suco das folhas. Não esquecer de limpar sempre o ouvido com muito cuidado.

64) Dor de vistas (inflamadas ou não): cenoura (comer), chicória (flores), camomila, calêndula (tomar), erva-de-santa-Iuzia, erva-tostão, picão, malva (banhar), mimo-de-vênus (flores), girassol (folhas), limão (suco com água), tansagem, trapoeraba, tomate (folhas), rosa-vermelha, roseta (toda a planta), salsa (pôr o suco), arruda (uma gota de suco nos olhos de hora em hora), bananeira (a seiva para lavar as vistas inflamadas), túia (chá). Ajuda tomar chá de tansagem, serralha-brava, violeta ¬cheirosa. Pôr compressas de água fria ou de leite coalhado. Ver a palavra conjuntivite. Cataratas alguns curam com mel de jataí.

65) Eczema: (afecção vesicular e pruriente da pele): amor-perfeito, angico, bolsa-de¬pastor, calêndula, caju, camomila, carambola, celidônia (tomar), cipó-suma, espirradeira, fedegoso (suco), gerânio, macela, maricá (banhos), nogueira, salva, sabugueiro, tomate (folhas), verbena, violeta, beldroega (comer cozida).

66) Edema: abacate (folhas), alfafa, barragem, amor-perfeito, cebola, feijão (vagens), alfavaca, cerejeira, dorme-dorme (chá); erva-macaé (ba-nhos e tomar chá), nogueira, murta, trapoeraba, unha-de-gato, unha-de-vaca, velame-da-campo, capim-puxa-tripa.

67) Emagrecer (regime): aspargo, café-da-mato, capim-sapé, chá-de-bugre, chá-da-índia, cinco-folhas (tarumã), gervão, juá (raiz), maçã (chá das cascas ou duas colheres de vinagre de maçã por dia), limão, marroio, sabugueiro, graviola, caroba, embaúba, salsa, ervas laxantes e diuréticas. Veja a palavra obesidade. Alimentação à base de frutas e verduras, jejuns periódicos, evitar gorduras e doçuras, moderar mas não deixar de se alimentar. Evitar drogas que descontrolam os hormônios no organismo.

68) Enjôos (náuseas, sensação de vômito, repugnância: angélica-dos-jardins, aipo (chá), beladona, camomila, casca-de-anta, erva-doce (folhas e semente), erva-de-santa-¬maria, espinheira-divina, funcho, hortelã, losna, macela, poejo, sempre-viva. Pôr compressas frias sobre o ventre. E para provocar vômitos: água com sal, café salgado, cajá, ceboIa-do-mar, caruru-bravo (chá), não-me-toque, umbu (casca ou frutas), enfiar o dedo na garganta e provocar até lançar.

69) Enterite: (inflamação do intestino delgado): alho, araruta (polviIho), arroz (água do arroz), alecrim, barba-de-velho, beldroega, caruru-bravo, cenoura, cevada, cebola-do-¬mar, celidônia, cipó-escada, confrei, couve, espinheira-santa, goiabeira, erva-doce, limão, linho (semente), maçã, malva, mentrasto, oliveira, salva, tansagem (sementes).

70) Epilepsia (doença nervosa que se manifesta por ataques, convulsões): açoita-¬cavalo, agripalma, alface (raiz), alfavaca, ananás, anis, arnica, arruda, artemísia, beladona (chá fraco), catinga-de-mulata, cebola, coronha (uma colherinha de chá de pó da semente) ralar por dia, tintura preparada com o pó de 3 sementes num litro de álcool 50º, tomar 15 a 30 gotas por xícara (dose para adulto), canforeira (erva, chá), cipó-mil-homens, corticeira, capim-cidreira, cidreira, erva-doce, erva-do-bicho, erva-de-passarinho, figo, girassol, Iaranja, limão, maçã (folhas), macela, maracujá, poaia-branca (chá da raiz), papoula, sabugueiro, salva (banhos), taiuiá, urtiga, valeriana, violeta, veIame-do-campo, visco. As ervas calmantes são, às vezes, as de preferência.

71) Enxaqueca (dor periódica, geralmente de um lado da cabeça: aplicar compressas frias, tomar chá de douradinha-do-campo, alfazema, girassol (sementes), erva-cidreira, beladona (folhas aplicar), dente-de-leão (aplicar folhas), guaraná, guiné (chá), limão, lúpulo, língua-de-vaca, timbó, cebola (roelas aplicar), perobinha, quina, hortênsia (folhas aplicar), erva-santa-maria, maracujá, fruta-do-conde (folhas), sempre-viva, vinagre (compressas), violeta, arruda, bardana, batata-inglesa (rodelas).

72) Erisipela (inflamação superficial da pele acompanhada de febre, dor e mal-estar em geral): aboboreira (aplicar a flor e folhas), alcaçuz (aplicar), alcanforeira, arroz, arruda (lavar), aroeira (lavar), arnica-do-mato (chá da flor, passar), artemísia, babosa (aplicar), cenouras, café (folha), cebola, cipó-imbé (banhos), cravo-de-defunto, dorme-dorme, erva¬de-bicho (banhos), fedegoso (uma gota de tintura cada meia hora), jurema (casca), maracujá (chá), picão-da-praia (chá), sabugueiro (lavar), sempre-viva (suco, aplicar), saião (uso externo), taiuiá (chá), tucum (lavagem), tapioca, urtigão, velame-do-campo (chá e aplicar), verbena, alface (folhas), feijão (suco da vagem), jurubeba.

73) Espasmos: (câimbras em geral): Abútua-jarrinha, agrião, alfavaca, aveia, alfazema, alecrim, anis, calêndula, capim-cheiroso, camomila, catinga-de-mulata, erva-de-santa¬maria, gerâno, guiné, fruta-do-Iobo, funcho, laranjeira (folhas), marroio, melissa, oliveira, tília, trevo.

74) Espermatorréia: alface, caroba, chá-de-bugre, framboesa, guaçatonga, ipê-roxo, losna, timão, lúpulo, pau-amargo, trapoeraba, tansagem.

75) Esterilidade (havendo ainda possibilidades fisiológicas temos alimentos, plantas que ajudam a fecundidade da mulher e do homem): alho, aveia, cenoura, baunilha natural, o uso prolongado da chicória selvagem das roças, como dente-de-leão, espinafre, gerânio, framboesa, groselha, regime rico em vitaminas A, B, D, E, verduras, joão-da-costa, timão, pão integral, trigo integral, vitamina E, fígado-de-peixe, óleo-de-peixe, leite não desnatado, sálvia (mais para as mulheres) 3 xícaras por dia, chá de 40 g, lentilhas.

76) Estômago: (afecções e dores). Vegetais que ajudam nas afecções e dores. Alfavaca, alho, aloés, anis, angélica, artemísia, bardana, batatinha (suco), bambu, camomila, caqui, cardo-santo, crisân¬temo, caferana, carapiá, carqueja, casca-de-anta, cerefólio, cominho, coca, cruzeiro, erva-¬canforeira, erva-cidreira, erva-de-são-joão, esfregão, erva-da-vida, fenogrego, gengibre, gervão, girassol, goiabeira (brotos), funcho, hera-terrestre, hortelã, jatobá, juá, limão, louro-preto, lima¬da-pérsia, laranjeirinha-do-mato, mastruço, macela, mamão (folhas), manjerona, mil-em-rama, mostarda, paineira (casca), noz-moscada, pariparoba, picão, pita, pitanga, poejo, pêssego (folha), pau-amargo, quássia, salva, sete-sangrias, tansagem, trevo-cheiroso, videira (folhas).

77) Esurinas: Plantas que têm a propriedade de excitar a fome, estimular o apetite: alecrim, alfazema, angelicó, avenca, cambuí, cana-de-macaco, casca-de-anta, cipó-mil-homens, cravo-de-defunto, funcho, hortelã, jatobá, limão, losna, manjerona, quebra-pedra, salsa, tinguaciba, vinagreira.

78) Faringite: Inflamação da faringe. Cambará, dorme-dorme (gargarejos), jatobá, cambuí, limão, jequitibá, tansagem, violeta, urtiga, sálvia-cidreira.

79) Febres: Plantas e ervas febrífugas ou antitérmicas. A pessoa que estiver com 36 e 37 graus de temperatura é normal. A febre se caracteriza pelo aumento do calor do corpo, pela aceleração do pulso e mal-estar em geral. Como a febre pode ter várias causas, é prudente ver a doença ou infecção causadoras e a partir daí, tomar as providências. Plantas em forma de chás que combatem a febre: abóbora (cabinho), abútua, aipo, alfavaca, alho, arruda, arnica, aroeira, assa-peixe, bambu, barba-de-bode, azedinha, camboatá, camomila, cambará, carqueja, caroba, caruru-de-espinho (raiz), carambola, canafístula, cavalinha, casca-de-anta, coerana, cedro (casca), cipreste, celidônea, coentro, couve (chá do pé), fedegoso, fel-da-terra, gervão, guaco, gerãnio, guaraná, gravatá, jaborandi, jurubeba, japecanga, juá, babaçu, laranja (folhas para suadouro), limão, limeira, losna, magnólia, marroio-branco, manacá, margarida, maria-mole (flor para suadouro), malva, mata-pasto, mulungu, paratudo, pariparoba, picão, pitanga, quina, quássia, salva, santos-filhos, sabugueiro (suadouro), sete-sangrias, tansa¬gem, urtigão, erva-tostão, eucalipto, língua-de-vaca.

80) Feridas: Para aplicar as folhas, fazer banhos ou tomar o chá. Açoita-cavalo (lavar e tomar chá), andiroba (banhos), aroeira (lavar, tomar), cana-do-reino (chá), canforeira (lavar), caroba (banhos e tomar), caruru-da-índia (aplicar as folhas), copaíba (óleo aplicar e tomar), cedro-¬rosa (lavar), cipreste (chá), cinamomo (banhos com casca ou folhas), espinheira-santa (chá), guandu (tomar e banhar), gervão (chá), girassol (chá e banhos), buva (chá), bardana (tomar e banhar), bolsa-de-pastor (chá), beldroega (aplicar), eucalipto (lavar), erva-de-Iagarto (chá), erva-de-¬passarinho, fenogrego (banhos), hamamelis (aplicar), hortelã (banhos), imbiri (banhos), ingá (chá), jaracatiá (folhas aplicar), jurema-preta (banhos), perna-de-saracura (lavar, aplicar), mar¬garida (aplicar, tomar), quina (lavar), pita (chá), serralha-brava (aplicar). Veja a palavra Cicatrizantes.

81) Fígado: Plantas que ajudam no caso de inflamação, congestão, cólicas e outros males do fígado. Abacateiro, abacaxi, açafrão, agrião, alfazema, almeirão, alecrim (cólicas), ananás, angélica, anis (cálculo), artemísia, arruda, alcachofra, babosa, bardana (cálculo), bálsamo-do-¬líbano ou figatil, beldroega, boldo-falso (folhas), boldo-do-chile, beijo-de-moça, bucha-paulista ou esfregão (folhas), camará, cardo-santo, carqueja (cálculos), coerana (cálculos), chicória (raiz), celidônia, conduranga, corticeira (calmante), dente-de-leão (cálculos), erva-da-míngua, erva-tostão, mulungu, espinho-maricá, fedegoso, gervão, juá (raiz), jurubeba, losna, mil-em-rama, pariparoba (cálculos), pau-amargo, pau-para-tudo, pita, quebra-pedra (cálculos), salsa, sapé, sete-sangrias (cálculos), vinagreira. Tomar de manhã uma colherada de azeite de oliva com suco de meio limão contra pedras na vesícula.

82) Fissura anal: Calêndula (tintura mãe ou pomada para aplicações locais), banhos frios de assento. Cataplasma de argila colocadas sobre um gaze e aplicadas no local. Pomada de erva macaé.

83) Flebite: Inflamação de uma ou mais veias. Recomenda-se aplicar sobre as veias inflamadas ou doloridas uma parte da folha da bananeira com azeite, beladona (aplicar as folhas), hortênsia (folhas), castanha-da-índia (pomada), margarida (chá), erva-lanceta (chá e compressas), maria-mole (compressas), meliloto (chá), tasneirinha (chá), oliveira (óleo). Evitar sal, regime de lacto vegetariano, compressas de água argilosa fria duas vezes por dia, saião (tomar e aplicar as folhas). Fazer o banho com chá feito com folhas de melão de são Caetano.

84) Flores brancas: Leucorréia. Corrimento branco da vagina ou do útero. Açoita-cavalo (banhos), alfazema, alface (lavagens), alecrim-de-jardim, barba-timão (lavagens), batata-pur¬ga, cana-de-macaco (chá das folhas), canela (chá das cascas), calêndula (chá), cabeça-de-¬negro (chá), caapeva (chá), coqueiro (chá), carrapicho (banhos), embaúba (suco dos grelos, chá), erva-de-passarinho (banhos), erva-tostão (chá), eucalipto (lavagem), erva-moura (ba¬nhos), goiabeira (chá), guabirobeira (chá), jambolão (folhas, lavagens), jaboticabeira (lava¬gens), jaborandi (chá), jequitibá (lavagens), limão (tomar), losna (chá), ipê (chá), melão-de¬-são-caetano (banhos), mangueira (semente para banhos), murta (chá), maravilha (lavagens), pariparoba (chá), picão-da-praia (chá), sapé (chá), trombeteira (lavagens), urtiga-branca (chá), taiuá (chá fraco da raiz).

85) Fraqueza: absinto, alfafa, araruta, aveia, aroeira, boldo-do-chile, caapeba, cacau, cana-de-açúcar, açúcar-mascavo, canela, cipreste, centeio, cenoura, coco, coqueiro, jerivá (casca), canela, crisântemo, casca-de-anta, jatobá, erva-de-são-joão, fenogrego, ingá, manjericão, pau-pereira, pequi, quina, pita, trigo integral. Ver a palavra "anemia".

86) Frieiras (por frio ou fungos): lavar pés e meias com água morna e enxugá-Ios bem. Batata-doce (folhas em banho), tomar chá de caroba, chapéu-de-couro, cipó¬-cabeludo, erva-lanceta, parietária, pitanga, tansagem, trapoeraba. Lavar com infusão de sete-capote (casca), sempre-viva, orelha-de-pau - cogumelo que cresce em paus podres (torrar e espalhar o pó sobre a parte afetada); visco (banhos), saião (suco).

87) Furúnculos (amadurecê-Ios): coloque cebola aquecida, arrebenta-cavalo (fruto aquecido aplicar), arnica (folhas), bardana (folhas ou raiz ralada aplicar), beringela (fruto cru cataplasma), cardo-santo, cha-péu-de-couro (aplicar), copo-de-Ieite (bulbo amassado e aplicar), erva-moura (chá), figo-da-índia (aquecer e aplicar), girassol (óleo da semente), erva-de-passarinho (cataplasma das folhas), limão (chá), malva (aplicar e tomar), melão¬de-são-caetano (fruta aplicar), pariparoba (aquecer a folha e aplicar), sabugueiro (flor ou folhas em cataplasma), sucupira (chá da semente), trigo (cataplasma da farinha com mel), aipo (folhas cataplasma), saião (folhas aplicar), abóbora (amassar aplicar), cacto (cataplasma), batata-inglesa (ralar e aplicar), cipó-suma (chá), margarida (chá).

88) Garganta (inflamações) amora-preta (folhas em gargarejo), aipo, alho com leite, alcaçuz (chá), batata-doce (folhas, gargarejo), caroba (chá tomar e gargarejos), cereja (gargarejos), goiaba (folhas gargarejo), carqueja-amarga (chá), cambará (chá), casca-de¬anta (gargarejo e tomar), cipó-chumbo (gargarejo), gengibre (chá e gargarejo), espinafre (gargarejo), limão (tomar), hortelã (chá), malva (chá e gargarejo), macieira (chá das folhas), madressilva (gargarejo), mal vaísco (chá), pepino (suco com sal), perpétua (chá da flor), romã (gargarejo), rosa-vermelha (gargarejo), salva (chá), tansagem (chá e gargarejo), trevo (chá), violeta (flor ou folhas gargarejos e fazer compressas).

89) Gastrite (chás entre as refeições): almeirão, acelga (folhas), arroz (água da semente), bardana, beldroega, açoita-cavalo, calêndula, chicória, couve (folha suco), casca-¬de-anta, cevada (semente), dente-de-leão, girassol, linho (semente), groselheira, erva-¬macaé, hortelã, marroio-branco, malva, mamica-de-cadela (casca), mentrasto, sálvia, melissa, tansagem, zínia, saião, trapoeraba, paineira.

90) Gengivas (inflamações): bochechos com chá de arnica, cedro (casca), folha-da- fortuna, goiabeira, salva, tansagem, malva, azedinha-do-brejo. Ver a palavra "garganta inflamada".

91) Gonorréia ou Blenorragia (corrimento muco-purulento): alfavaca, aroeira (banhos), barbatimão (casca), caroba, carobinha-do-campo, malva-rosa (chá), cana-de-macaco, catinga-de-bode, cipó-cabeludo, cipó-suma, douradinha-do-campo, erva-de-bugre, fedegoso, pau-d'alho, quássia, espinheira-santa, peroba (casca), salsaparrilha, taiuiá, tarumã, umbaúba (chá dos brotos), vassoura-doce (beber 15 dias), angico, cipreste, capaiba, chorão (folhas), aipo-das-hortas. É doença contagiosa.

92) Gota: Vegetais que combatem a gota: abacateiro, alfazema, alcachofra, angélica, arnica, aroeira-mansa, bardana, camomila, cardo-santo, carqueja, catinga-de-mulata, cerefólio, chapéu-de-couro, cipó-mil-homens, eucalipto, gervão, guaco, guaiaco, japecanga, limão, mil-em-rama, moranguinha, pau-ferro, pinheiro (brotos), piteira, salsaparrilha, sassafrás, sempre-viva, urtiga, velame-do-campo, verônica, barba-de-bode.

93) Gravidez: Quando a gestante sofrer de vômitos e urina presa, é sinal de carência de vitamina B e C. Evitar comida salgada e tomar diuréticos como cabelo de milho-roxo, grama, dente-de-leão, trapoeraba, tansagem. Com hemorragias: cordão-de-frade, bolsa¬de-pastor, mil-em-rama, capim-pé-de-galinha, calêndula, salva, erva-doce. Ameaça de aborto - Fortalecer o útero: alfafa, calêndula, margarida, capim-pé-de-galinha pita, salva. Veja na palavra abortivos, quais os chás que não deve tomar e os usados para facilitar as menstruações.

94) Gripe: Ervas e plantas que auxiliam em casos de gripe: alho, acelga, alfavaca, anis, assa-peixe, aveia, bago-de-veado ou malvão, cambará, canela (com vinho), cardo-santo, cebola, cravo-de-defunto, eucalipto, fedegoso (chá da casca da raiz), gengibre (raiz), guaiaco, hortelã, limão, limoeiro, losna, marapuama, maria-mole (suadouro), melão-de-são-caetano (como preventivo), moranguinho, ipecacuanha, porongo (chá das folhas), picão, picão-da-¬praia, sabugueiro (como preventivo nas mudanças de estações e para suadouros), san¬tos-filho, tansagem, sálvia-cidreira, alecrim, louro, caqui, lixeira (folhas), túia, saião, pari¬paroba.

95) Hálito: Mau hálito. Fazer bochechos; gargarejos com um dos chás de: aperta-ruão, cebola, erva-doce, hortelã, eucalipto, erva-de-santa-maria, limão, losna, amoreira (folhas), salva, noz-moscada. Pode-se mascar algumas folhas de ervas aromáticas.

96) Hemorragia Interna: Barbatimão (irrigação vaginal), canforeira (chá), casca-de-¬anta, mil-em-rama (chá), bolsa-de-pastor (chá), assa-peixe (raiz), urtigão (raiz chá), fumeiro¬brabo (casca da raiz chá), cavalinha (chá), erva-cidreira (chá).

97) Hemorragias: Perdas de sangue em geral. Hemostáticos: açoita-cavalo (chá), arnica (chá), assa-peixe (chá da raiz), aveia, bananeira (suco da ponta do cacho), bambu (chá da foligem branca nos entre-nós), barbatimão, cavalinha (chá), bolsa-de-pastor (chá em qual¬quer caso de hemorragia), calêndula (chá), cambuí (chá), canela (chá), capim-de-burro (chá), erva-tostão (chá), casca-de-anta (chá), erva-de-passarinho (chá das folhas), erva¬-silvina (chá), gerânio (folhas), girassol (folhas e semente), cordão-de-frade (chá), cenoura (chá), guaxuma (aplicação externa), guaçatonga, fumeiro-brabo (casca da raiz aplicação externa), erva-de-bicho (chá), guandu (chá), mil-em-rama (chá), limão (suco), guaraná (chá), parreira (folhas em pó), nogueira (chá), pervínca (chá), rabo-de-cavalo (chá), romã (chá folhas e flores), salsa (folhas esmagadas pôr bolinha no nariz que sangra), salva (chá), sete-sangrias (chá), sarçamora (chá e aplicação externa), sempre-viva (chá), taquaruçu (cinza uso externo), trapoeraba (uso interno e externo), sucupira (chá), tansagem (chá), urtiga, urtigão (chá), urucu (semente em pó aplicação externa), uva (semente torrada), pó de casca-de-ovo (uma colher de chá por dia).

98) Hemorróidas: Dilatação das veias do reto em forma de varizes. Chás de ervas que combatem: açafrão, alcachofra, acelga, alho, araçá, artemísia-do-campo, assa-peixe, ba¬tata-inglesa (supositório), barba-de-bode, barba-de-velho (pomada), bardana, beladona (po¬mada), douradinha, bergamoteira, buxo (folhas), cacto (supositório), chuchu (supositório), caicheta (banhos e tomar), camomila, castanha-da-índia (supositório), carqueja, calêndula (pomada e chá), café (pó aplicar), caroba, cana-do-brejo, coerana (chá e aplicar), couve (vapores), cerefólio, cipó-d'alho, erva-de-bicho (tomar e fazer banhos), erva-de-santa-maria, erva-de-Iagarto, erva-tostão, erva-macaé (pomada e chá), fedegoso, figo, guabirobeira, hortelã, guiné, hamamelis (supositório, pomada), jurubeba, macela (vapores), maravilha, mandioca (chá dos brotos), manjericão, maracujá, melão-de-são-caetano, mil-em-rama, noz-moscada, parreirinha-do-mato, pata-de-vaca, pariparoba, pau-d'alho, pé-de-galinha, piteira, persicária, pepino, rainha-da-noite, sabugueiro, serralha-brava, solda-com-solda, taiuiá, tansagem, tomate, trapoeraba, urtiga, verbasco (banhos), vinagreira (banhos). Hemorróidas com hemorragias (banhos de assento com água fria e tomar líquidos). Para descongestionar, banhos quentes com verbasco.

99) Hérnias: cipreste ou túia (aplicar em compressas através do cozimento dos frutos), beladona (compressas com as folhas ou o cozimento), hortênsia (aplicação das folhas), samambaias (aplicar como compressas), breu-em-pó (batido com clara de ovo, aplicar), gengibre em pó (aplicar).

100) Herpes: amor-perfeito (fazer banhos com a infusão das folhas e flores), araroba (banhos), bardana (chá), capim-rei, cará, cará-inhame (ralar e aplicar), canela, sassafrás, doce-amargo (banhos), ipê (chá), japecanga (chá), sucupira (semente, tomar o chá), timbó-boticário (banhos)

101) Hidropisia: excesso de serosidade ou líquido nos tecidos debaixo da pele: abútua, alfavaca, ananás, artemísia, abacateiro, caapeva (pariparoba), cardo-santo, canjerana, caraguatá, caroba, celidônia, cipó-imbé, coerana, erva-de-bugre, erva-tostão, erva-guiné, gergelim, jaracatiá, fedegoso, gameleira, jurubeba, limão, losna, maravilha, pinhão-do-paraguai, poejo, quebra-pedra, sabugueiro, sucupira, trapoeraba, pega-pinto, umbu (folha), urtiga, zimbro, caincá, salsa, sapé, beldroega, capim-pé-de-galinha, tansagem.

102) Histeria: abútua (chá), agoniada (chá), alface (chá), artemísia (chá), açoita-cavalo (chá), capim-cidreira (chá), capim-cheiroso (chá), catinga-de-mulata, cerefólio, coentro, corticeira, cordão-de-frade, coronha, erva-cidreira, marroio-branco, melissa, quitoco, poejo, malva, sálvia-cidreira.

103) Icterícia: amarelão. Nota-se pela cor amarela da pele, do globo ocular, demasiada bílis absorvida pelo sangue. Remédios: alho, alcachofra, alfafa (raiz), alfazema, anis, azedeira, bananeira (água -1 litro por dia), cabelo-de-milho, cardo-santo, carqueja, capim¬sapé, celidônia, cenoura (suco), chá-de-frade, chicória, coerana, coqueiro (flor e raiz), cipó-mil-homens, cravo-do-mato, dente-de-leão, erva-cidreira, erva-tostão, fumeiro-brabo, guaxuma, hortelã, jurubeba, losna (sem açúcar), laranja (suco), limão (suco), macela (fervida em vinho), pau-para-tudo, parreirinha-do-mato, pariparoba, pepino (suco), pita, picão (raiz), ruibarbo, salsa, verônica, abacateiro, beijo-de-moça, cipó-escada, cipó¬chumbo, calêndula. Ao levantar, duas a três gemas de ovo com água açucarada.

104) Impingem: (dermatose contagiosa): algodoeiro (chá da casca da raiz), bardana (chá), cará, caroba (casca), calêndula (cataplasma), chapéu-de-couro (chá), cravinho-do¬campo (lavar), cipó-açougue (chá), cipó-suma (chá), douradinha-do-campo, erva-de-são- caetano (banhos), fedegoso (cataplasma), farinha-seca (banhos), ipê (cascas chá), limoeiro (casca), mamão-macho (flor), melão-de-são-caetano (banho), mentrasto (chá), pau-pombo (chá), sete-sangrias (banhos), trapoeraba (aplicar suco), velame-do-campo (folha e raízes, chá), rabo-de-bugio (casca, banhos), compressas de azeite de oliva com farinha em cataplasmas, grãos de feijão em farinha com vinagre (aplicar).

105) Impotência: Veja a palavra afrodisíacos e as seguintes plantas: alho, aroeira, cambuí, catuaba, castanha-caju, amendoim, bambu, baunilha, cenoura, cipó-jarrinha, celidônia, damiana, fenogrego, funcho, guaraná, marapuama, maconha, noz-moscada, sálvia, trigo, cereais (germem), ginseng, pfaffia.

106) Inapetência: Falta de apetite. Ervas que estimulam: alecrim, alfafa, alfazema, boldo, camomila, casca-de-anta, chá-de-bugre, cipó-cravo, cipó-mil-homens, cambuí, cominho, crisântemo, erva-cidreira, gengibre, laranja-do-mato, pau-caxeta, quina, quitoco, salva, carqueja, paratudo. Veja a palavra digestivas.

107) Incontinência da urina: Ver a palavra "urina".

108) Ínguas: Cataplasmas de: bardana (folhas aplicar), caruru-do-reino (aplicar), eucalipto (chá), malva (chá), coerana (cataplasma), dorme-dorme (cataplasma), fumeiro¬bravo (aplicar as folhas), hortênsia (aplicar as folhas aquecidas), malvão (tomar, aplicar folhas), cinamomo (compressas), caroba (chá), nogueira (chá), beladona (folhas aplicar), língua-de-vaca (aplicar). Veja a palavra depurativos do sangue.

109) Insônia: Ausência ou falta de sono. Açoita-cavalo, alface, alfazema, anis, beladona, boldo-falso, capim-cidreira, cordão-de-frade, endro, erva-doce, erva-cidreira, corticeira (mulungu), erva-de-santa-maria, catuaba, língua-de-vaca, maracujá, papoula, mandioca (brotos), poejo, mil-em-rama, tília, macieira (folhas), malva, gerânio, macela (travesseiro das flores), salgueiro, valeriana, vitamina do complexo B.

110) Intestinos: Afecções: acelga (catarro), anis, artemísia, araticum, arroz, caju, caruru-bravo, canela, cipó-cabeludo, cipó-mil-homens, coco, coqueiro, coerana, camomila, macela, castanha, couve (suco), erva-de-santa-maria, capim-cheiroso, laranjeirinha-do¬mato, louro-preto, maçã, mil-em-rama, santos-filho (macaé), tansagem, sete-sangrias, salva, magnólia.

111) Labirintite: Inflamação do labirinto, provoca instabilidade do equilíbrio do corpo.

Temos receita experimentada usando-se flores de violeta (um punhado), flores de cravo-de-defunto-de-jardim (um punhado), louro (o tempero), um punhado de erva-melissa ou erva-cidreira (um punhado), folhas de laranjeira (um punhado), ferve-se tudo com um litro de água, que dê uma garrafa ao todo. Toma-se a dose de 3 cálices, 3 vezes ao dia.

112) Laringite: Inflamações da laringe (é o órgão principal da voz). Com a maioria das plantas que seguem, se faz um chá bem forte para gargarejos freqüentes de 2 em 2 horas como de: alfazema, amora, angélica, angico, arnica, avenca, caqui, caincá, cambará, barba-de-bode, casca-de-anta ou catáia, cedro, dorme-dorme, erva-dutra, eucalipto, goi-aba, gerânio, hortelã, malva, rosa, romã, sálvia, sabugueiro, tansagem, tussilago, urtiga, violeta, verbasco. Para inalações são boas: avenca, cambará, alho, casca-de¬anta, crisântemo, eucalipto, hortelã, menta, malva, erva-de-santa-maria, canforeira, erva-macaé, violeta, gengibre, cravo-de-defunto.

113) Lepra: Doença dos hansenianos. Agrião (chá), coro-onha (pó da semente, uma colher de café diluído em água quente e tomar só frio), embira (lavar), espinheira-santa (tomar e lavar as feridas), espinheira-maricá (chá das folhas), espada-de-São-Jorge (cozinhar as folhas ou partes e lavar as feridas), imbiri (chá das folhas), limão (suco tomar), mururé (lavar), pau-pombo (chá das cascas), pita (tomar o chá de um pedaço de um gomo de laranja e fazer ainda banhos com a água do cozirnento), unha-de-anta (chá), unha-de-gato (chá).

114) leucemia (câncer no sangue, aumento exagerado de glóbulos brancos): alfafa (chá), erva-santa-maria (tomar o chá aumentando-o aos poucos), buva conhecida também por voadeira (com seu chá diário 3 vezes ao dia curou-se pessoas jovens e idosas), pervinca (tem de ser usada no começo bem fraca como chá, aumentando a dose aos poucos ela reduz os glóbulos brancos e é eficaz em feridas cancerosas, doenças malignas dos gânglios. A pervincina os cientistas extraem dela e a usam no combate ao câncer), túia (chá, útil nesta doença). Com o chá de são-roberto conhecido entre nós como gerânio (Geranium robertianum) o Dr. Rogério M.A. Russo curou um rapaz de 14 anos, com leucemia em 20 dias de tratamento e com alimentação natural e água ferruginosa a vontade.

115) Malária: alcachofra (chá), carqueja, chá-preto, buxo, cipó-mil-homens, erva-tostão, eucalipto, fedegoso (raiz), gervão, limão, nogueira (chá), pau-pereira, peroba-rosa (casca), picão-da-praia (chá), quina, quina-amarga, pau-amargo, quebra-tudo, salgueiro-branco, sálvia (chá).

116) Membros: (torpor ou adormecimento, ver a causa): abútua (chá da raiz), anis (chá), erva-de-santa-maria (chá de toda planta), imbiri (chá), guiné (chá, banhos ou compressas). Membros: (edemas das pernas ou pés inchados): abacateiro (chá), abóbora (chá), angico, aroeira (fricções e chá), banana-de-mico (banhos), barba-de-velho, cabacinha (chá e banhos), camomila, cavalinha (chá e banhos), cabelo-de-milho, cambuí, cerejeira, chá-de-bugre, chapéu-de-couro, cedro, cipó-cabeludo, cipó-carijó (banhos), cipó-mil¬homens, dorme-dorme, fedegoso, embaúba, goiabeira (banhos), lima-da-pérsia, pita (chá e banhos), picão, mamangaba (chá e banhos), porongaba (chá), salsa (chá), santos-¬filho, trapoeraba, urtigão (banhos), velame-do-campo.

117) Memória: aveia, alfafa, catuaba, figo (comer o fruto e chá das folhas), fava (comer), fenogrego (1 colherinha de chá de pó do grão por dia), guiné (chá), lentilha (comer), margarida (chá das folhas ou flores), marapuama, mel, trigo, jatobá (seiva), sálvia-cidreira.

118) Meningite: (inflamação das meninges, procurar sem demora o médico): Limão (tomar bastante suco), erva-moura (folhas em infusão), maracujá, dedaleira, batata-purga (5 a 6 gramas por litro de água). Recomenda-se pôr compressas frias na cabeça, renovando-as quando esquentarem. Há gente que costuma amarrar fatias de cebola na planta dos pés ou colocar sal torrado e quente em saquinho sobre a cabeça, pimenta¬malagueta (chá).

119) Menopausa: (período de cessação definitiva das regras (menstruação): açoita¬cavalo (folhas), algodoeiro (casca, folhas e raiz), calêndula, carapiá (raiz), erva-de¬passarinho, erva-moura, maracujá (folhas), margarida, maria-mole, melão-de-são-caetano, pepino (um quarto de litro de suco dele sem casca, tomar por um certo tempo), erva-do¬colégio ou sussuaiá (chá uns dias antes e depois das menstruações), parreirinha-do¬mato, parreira (videira, folhas nas hemor-ragias uterinas), trapoeraba, tília, salsa, maripuama, tarumã, salva, catuaba, caroba.

120) Menstruação: (irregular ou atrasada): abútua, abacateiro (folhas secas), alfazema, agoniada (chá da casca), anis, aipo, angélica, arruda,avenca, calêndula (flor), carapiá, canela, cipó-mil-homens, cipó-são-joão, erva-cidreira, girassol (folhas), hortelã, melão¬de-São-Caetano (suco das folhas), poejo, taiuiá, salsa (fo-Ihas ou sementes). Plantas que combatem as regras abundantes: algo-doeiro (casca da raiz), beijo-de-moça, bolsa-de-pastor, calêndula, cavalinha, mil-em-rama, gengibre, verônica, zínia (folhas e flores), capim-pé-de-galinha. Veja também a palavra Emenagogas.

121) Nariz: (hemorragia (epitaxe): erguer a cabeça e o braço do lado oposto que sangra, lavar o pescoço com água fria ou pano. Pôr um chumaço de algodão. Anis (chá), batata-purga (chá), cactos (chá), cavalinha (chá), limão (pingar suco no nariz), erva-de¬bicho (chá), solda-com-solda (chá), salsa-comum (pôr uma bolinha feita das folhas verdes no nariz que sangra), taiuiá (chá), urtiga-branca (chá). Tomar uns dias cálcio da casca de ovo (1 colher de chá do pó por dia).

122) Nervos (para fortalecer): alfafa, alfa-vaca, anis (chá), cajueiro, catuaba, dente¬de-leão, figo (folhas e frutos), lentilha, margarida, macieira, marapuama, mil-em-rama, poejo, salva, serralha, tomar banhos frios, sálvia, cidreira, baunilha. Evitar produtos tóxicos.

123) Nevralgias (uso externo): alface (folhas), araticum (compressas), amica (folhas), arruda (compressas), cordão-de-frade (compressas), corticeira, espada-de-são-jorge (fricções), eucalipto, guaco (aplicação), hortênsia (cataplasma com as folhas), margarida, erva-de-santa-maria (compressas), língua-de-vaca, erva-melissa, tansagem (compressas), trapoeraba, tília. (uso interno): alfazema, alecrim-de-jardim, açoita-cavalo, cipó-almecega, cipó-mil-homens, alface, camomila, beijo-de-moça, cerejeira-do-brasil, calêndula, carapiá, capim-de-burro, erva-de-santa-maria, erva-macaé, maracujá, corticeira, malva, guiné, laranja-do-mato, tília, túia (tendo tremuras no rosto). Recorrer a fortificantes naturais.

124) Obesidade: Excesso de gordura, de peso. Para saber seu grau de obesidade use o Cálculo do IMC (Índice de Massa Corpórea). Considera-se o peso, dividido pela altura, ao quadrado. Nenhum remédio substitui dieta alimentar e exercícios físicos. Recomenda-se: regimes, dietas, redução na alimentação das farináceas e gorduras vegetais e animais: caminhadas, ginástica, esporte, saunas são meios para emagrecer. O povo conhece e experimenta várias plantas de propriedades diuréticas, purgativas, laxativas ou inaperientes: abacaxi, alface, algas-marinhas, alcachofra, aquemila, aspargo, alho-porro, barragem, bananeira (água), caruru-bravo, caroba, carqueja, chá-de-bugre, congonha-de-bugre, chapéu-de-couro, estévia, cebola, cerejeira, chicória, chá-da-índia, gervão, guaxuma, capim-sapé, gervão, freixo, hortelã, limão, maçã, melissa, funcho, juá, marrom-branco, malva, olmo, tarumã, sete-sangrias, sene, vinagre-de-maçã (3 colheres por dia).

125) Olhos: (inflamações, dores): para retirar sujeira nas vistas deve-se tomar alguns cuidados como virar as pálpebras e com algodão retirar o cisco. Para lavar, fazer compressas, desinflamar: agripalma (compressas), alfazema (banhos), alface (aplicar), beladona (compressas alivia dor), cacto (chá), calêndula (chá e compressas), cavalinha (lavar), cerefólio (cataplasma), cipó-mil-homens (lavar), cipreste (lavar e aplicar compressas), chicória (flores para lavar), camomila (lavar), erva-doce (folhas lavar), erva-de-santa-Iuzia (pingar o orvalho da manhã que se forma nas folhas com flor contra inflamações da vista), erva-de-passarinho (lavar), girassol (chá), guiné (chá), losna (suco pingar), malva (cataplasma), melissa (cataplasma), mimo-de-vênus (lavar), nogueira (lavar e fazer compressas), manjericão (compressas), quebra-pedra (compressas), rosa-canina (chá das pétalas e lavar), salva (compressas), roseta (lavar), trevo (lavar), trapoeraba (lavar), sempre¬-viva-das-jardins (suco pingar). Cataratas: mel de jataí (pingar), trevo (suco pingar), assa-peixe (suco pingar), arruda (pingar suco), trapoeraba (suco pingar), serralha-braba (suco tomar), erva-de-passarinho (banhos), cinerária-marítima (1,2 gotas), hamamelis (5 gotas).

126) Ossos: (com cárie): velame-do-campo, caroba, salsaparrilha, cavalinha. Ossos quebrados: compressas com vassourinha e arruda, confrei, erva-de-santa-maria, carapiá, fenogrego, taiuiá, liga-liga (folhas). Tomar bastante cálcio, leite. Tomar por dia uma colher de chá de pó da casca de ovo. Nódulos nos ossos: aplicar compressas de coalhada.

127) Ovários (inflamados): agoniada (chá fraco), bago-de-veado (chá), borragem (chá), calêndula (chá), caroba (chá), capim-pé-de-galinha (chá), camomila (chá), coerana (chá), cipreste, chá-de-bugre, erva-moura, erva-santana (chá), hamamelis (chá), indaiá-açu (chá), joão-da-costa, margarida (chá), nogueira (chá), pita (chá), túia (chá), urtiga (chá da raiz), aplicações de argila.

128) Paralisia: (redução ou cessação dos movimentos dos músculos, nervos ou órgãos): Arruda, bambu-comum, beladona, cravo-das-jardins, couve, arnica, abútua, erva-¬cidreira, guiné (raiz e folhas), coroanha (décima parte do pó de uma semente), dente-de-¬leão, magnólia-de-flor-grande, marapuama, maria-mole (compressas), paratudo, pita (fricção), salva, beladona (chá fraco).

129) Parkinson: (paralisia agitante): acredita-se que é doença degenerativa de certas regiões do cérebro. De grande auxílio é a fisioterapia e exercícios moderados.

130) Pele (afecções ou moléstias da pele): agrião, amor-perfeito (folhas e flores), bardana, bergamota, bolsa-de-pastor, cará, coerana, douradinha-do-campo, erva-de-bugre, erva-macaé, carobinha-do-campo, cipó-suma, chapéu-de-couro, coronha (semente), espinheira-santa, erva-de-passarinho, feijão (pó com vinagre), inhame-branco, japecanga, juati, língua-de-vaca, mamão, nogueira, guaçatonga, colorau, sensitiva, sassafrás, pixirica, resedá, sucupira, trapoeraba, tarumã, tansagem, túia, urtiga, veIame-do-campo, cavalinha, copaíba (5 a 10 gotas de óleo com água, tomar). Veja as palavras eczema, erisipela, depurativos de sangue e alergias.

131) Piolhos: alamanda (casca, lavar), anis (óleo da semente), arruda, cravo-de-defunto, espirradeira e araticum (torrar a semente e passar o pó), esporinha-dos-jardins (semente), fumo (lavar), rabo-de-bugio (lavar), sal (lavar a cabeça), simaruba (pó da casca).

132) Pleurite: (inflamação da pleura): Barragem (chá), cacto (chá ou xarope), chicória, cardo-santo (chá), cebola, canema, cipó-suma, erva-andorinha, cordão-de-frade (chá), giesta (chá da flor), girassol (chá), jaborandi, lágrimas-de-nossa-senhora (semente), margarida, malva, milho (cabelo), purgantes, leite, óleo de amendoim, solda-com-solda, tussilago, salva, urtiga, violeta, verbasco, verbena.

133) Pólipos: (tumor, crescimentos anormais): araticum (chá), avenca (suco e chá), aroeira (chá), bolsa-de-pastor (chá), bardana; calêndula, ipê, caqui, pau-d'alho, quitoco, quiabo, trapoeraba, túia, nogueira, salsaparrilha.

135) Pressão Alta (Hipertensão arterial, seguir regime de verduras e frutas): acácia (20 folhas), agárico (tintura de 10 a 20 gotas por dia), agrião, alfavaca, ameixa-amarela, amora-branca, araticum, arnica (chá ou tintura), alecrim, alho (puro ou em gotas), assucará (casca), cacto (chá), cana-de-milho, castanha (folha), cauda-de-cavalo (depurativo), céleri, chuchu (chá), dente-de-leão (depurativo), erva-de-bugre (baixa a pressão e emagrece), erva-de-passarinho, espinho-branco, ervilha, feijão (vagens), folhas de cana-de-açúcar, fumeiro-bravo, giesta (nas complicações da vista), guaiaco, guaraná (natural), guabiroba, guaxuma, jaracatiá, limão, mamão, maracujá (na insônia), mil-em-rama, oliveira (tintura das folhas), paineira ou algodão-do-mato, pariparoba, pita, pitanga, santos-filho ou erva-de-raposa, salva, sabugo-de-milho, sabugueiro, samambaia (de talo escuro), sete-sangrias (depurativo e emagrece), sete-capote, tarumé, tília (flor), urtiga-branca, vacum, valeriana (uma colherinha, três vezes ao dia), sementes de bergamota (esmagar e deixar de molho e tomar um copo pela manhã), sarçamora (folhas). Fazer banhos: de tronco (com fricções), de calor crescente (com compressas quentes ou frias), de vapor (processos sudoríficos) e duchas (da cintura para baixo).

136) Pressão Baixa (Hipotensão arterial) Plantas que ajudam levantar e fortalecer a pessoa: alfafa, arnica (flores), aveia (preparada do modo que mais gostar), cardo-marinho, canela, capim-cidrão, cenoura, centeio e trigo tostados e moídos num caldo de carne, cevada, espinho-branco (regulariza a pressão), limoeiro-da-pérsia (a casca da fruta), malte (mingau), pera (fruta), pita (chá), serralha-braba, salva, sálvia-cidreira, salsa (chá das folhas e raízes), vinho natural, avelã (fruta), bolsa-de-pastor, casca-de-anta. Combatem infecções internas e externas.

137) Prisão de Ventre: alcaçuz, anis-verde, ameixa (comê-Ia ou tomar chá dela seca), anil, babosa, bardana, banana madura com leite de manhã, batata-purga, cainca, camomila, canjerana, capuchinha, caruru-bravo, casca-de-anta, chicória, cinamomo (folhas), corticeira (folhas), dente-de-leão, dorme-dorme, esfregão, fedegoso, gervão, mãe-de-família, mamona, manacá, pepino (um copo de suco sem casca), pessegueiro (folha), ruibarbo, sabugueiro, sene, sopa de aveia com leite quente, seguir regime de frutas e verduras, tomar mais água cedo e durante o dia, taiuiá. Evitar as plantas adstringentes.

138) Prostatite: (inflamação da próstata, dificuldades em urinar, micções freqüentes com dor, queimação, dor irradia-se para o pênis e o reto): Tomar banhos genitais 3 vezes ao dia, abóbora (chá da semente ajuda afrouxar a urina), cavalinha (chá), cipreste, dente-¬de-leão, esfregão (folhas), fedegoso (fazer café da semente), grama, hortelã, ipê-roxo, jatobá (casca), limão, olmo, quebra-pedra, salsa, tansagem, vara-de-ouro, verbasco, buva, castanheiro-da-índia.

139) Psoríase: Alcachofra, arnica, amor-perfeito, camomila, capuchinha (aplicar o suco e comer em salada), cipó-suma, crisântemo, espinheira santa (chá), erva-de¬-passarinho (macerar em vinho branco e 1 copo 3 vezes ao dia nas refeições), privar-se de açúcar branco, óleo de amêndoa doce (passar), rabo-de-bugio (farinha da madeira com azeite aplicar), túia (tomar), cipó-de-São-João (flor tomar chá, como passar sua pomada).

140) Pulmões: agrião, alho, alcaçuz, aipo, alfavaca, avenca, assa-peixe, cará, cambará, cavalinha, cambuí, canela, angico, açoita-cavalo, cravo-de-defunto, carne-de-vaca, coquinho (xarope), erva-mate, erva-de-santa-maria, erva-de-passarinho, eucalipto, gengibre, grandiúva, fedegoso, hortelã, jatobá, mastruço, jaborandi, limão, mamão (flor), malva, melão-de-São-Caetano, pegaconha, pulmonária, curupiá, maracujá (calmante), mulungu (calmante), manjericão, parreira (raiz), pitanga, salva, salsa, tansagem, sempre-viva, verbasco, violeta, samambaia, aroeira, carapiá, capim-pé-de-galinha, rábano, sussuaiá. Veja também as palavras: asma, bronquite e expectorante.

141) Queimaduras com fogo: aplicar somente mel ou com manteiga, linho com vinagre (compressas), sumo de pepino com banha, batatinha ralada, abóbora (polpa fresca em cataplasma), boca-de-Ieão (as folhas em cataplasma a frio), oliveira (óleo para untar), açoita-cavalo (folhas fervidas e em forma de cataplasma), verbasco (folhas), dália (folhas), violeta (folhas em cataplasma a frio), sempre-viva (suco), túia (chá), 2 claras de ovo. Queimaduras com ácido: pôr alcalinos, usar água e limão, algodoeiro, babosa, beldroega, arnica (flor), cavalinho, confrei, mil-em-rama, manjerona cozida, pariparoba (suco), muito limão, imbiri (cataplasma das folhas), uso externo: dália (folhas).

142) Quisto Interno: açoita-cavalo (casca), buva (chá), espinheira-santa, piteira (chá), aplicação de argila.

143) Rachaduras nos pés e calcanhares: açoita-cavalo (entre casca), arnica-do-¬campo, arnica-do-mato (lavar com o cozimento das flores), babosa, algodoeiro (folhas amassadas), couve (com óleo), douradinha-do-campo (folhas chá), cipó-cabeludo (cipó todo infusão), paineira (casca chá), sabugueiro (infusão das folhas), saião (suco), sempre¬viva (chá). Rachaduras entre os dedos do pé: aroeira (chá), babosa-do-mato, caroba (chá e banhos), cavalinha (chá), cerefólio (chá), dália (flores banhos), erva-terrestre (banhos), espelina (chá), fedegoso, inhame-branco (banhos), língua-de-vaca (chá), mil-em-rama (chá), sassafrás (banhos), sucupira (chá), urtiga (banhos e chá).

144) Rachadura dos lábios: manteiga de cacau, arnica e erva-Ianceta (lavar com cozimento), carobinha (chá das tolhas), salsaparrilha (raiz em infusão), babosa (suco das folhas), saião (suco passar).

145) Raquitismo: alfafa, agrião, alcachofra, cominho, confrei (folhas), manjerona, jatobá (seiva), limão, rábano, sálvia, nogueira (crianças: dar banho em infusão). E carência, muitas vezes, de vitamina D, cálcio-fosforado, alimentação defeituosa. Aconselha-se expor o corpo aos raios do sol, pela manhã, raios ultravioletas que ajudam a formar a vitamina D. Tomar uma ou duas gemas de ovo em leite e água. Veja a palavra "Anemia".

146) Renite alérgica: A rinite alérgica pode vir acompanhada de espirros, coceiras e entupimento ou escorrimento do nariz. Entre as plantas usadas pela população estão erva-de-são-joão, urtiga, sucupira e famosa, mas perigosa, inalação com buchinha-do¬norte. Chá de feno-grego e tomilho promovem uma descongestão suave inclusive dos seios da face. Equinácea e hidrastes podem ajudar muito. Mas sempre tomando cuidando com os efeitos colaterais e reações que estas plantas podem causar. Outra indicação popular é o óleo de eucalipto.

147) Reumatismo: (dores nos músculos e articulações): abacateiro (folhas), acelga (suco), açoita-cavalo (casca), alfavaca, alcachofra, alfazema, alecrim, alho, amor-per-feito, amora-do-mato, angélica, araticum, arnica, aroeira, arruda, artemísia, aveia, avenca, babosa, bardana, beladona, batata-inglesa (compressas), buxo (folhas), camomila, caneleira, chapéu-de-couro, caroba, cardo-santo, carnaúba, carqueja, catinga-de-mulata, chinchilho, cipó-d'alho, cipó-cruz, cipó-imbé (raiz), cipó-mil-homens, cipó-suma, coerana, cordão-de-frade, douradinha-do-campo, dorme-dorme, eucalipto, erva-de-bugre, erva¬cidreira, erva-moura, erva-de-São-João, erva-santa, erva-de-Iagarto, erva-silvina, espada¬de-São-Jorge (uso externo), federal ou arnica-Ianceta, flor-da-noite, fruta-do-conde (folhas), guiné, guaco, gengibre, hortelã, inhame-branco, japecanga, jasmim, lágrima-de-nossa-¬senhora, louro, mamão, manacá, manjerona, marapuama, milho (cabelo), nogueira, papoula, parreirinha, picão, pitanga, pita, pata-de-vaca, quitoco, repolho (cataplasma), sabugueiro, samambaia, salsamora, salsaparrilha, sassafrás, sene, sete-sangrias, sucupira (semente), taiuiá, tansagem, tarumã, umbu (folhas), timbó (compressas), tinguaciba, trapoeraba, túia (chá), unha-de-gato, urtiga, velame-do-campo.

148) Rins: abacateiro, agrião, almeirão, amora-branca, arnica, assa-peixe, bago-de-¬veado ou malvão, barba-de-bode (capim), bardana, beladona, beldroega, bolsa-de-pastor (hemorragias), cabelo-de-milho, camomila, cana-de-macaco, chá-de-bugre, chincho, cará (chá da raiz), cauda-de-cavalo, camboatá, capim-puxa-tripa, capim-coqueiro, cipó-mil¬homens, carqueja, cipó-cabeludo, coco (fibra da truta), dente-de-leão, douradinha, espinheira-santa, erva-terrestre, erva-de-passarinho, figo, feijão (vagem), hortelã, linho (semente), limão, losna, malva (flor), madressilva, marrúbio, mil-em-rama, pega-pinto (tolhas), pita, quássia, quebra-pedra, sabugueiro, salsa, sete-sangrias, tansagem, trapoeraba, urtiga-branca, uva-do-mato, verônica. Pe-dras ou cálculos nos rins: alfavaca, ananás, caroba, cavalinha, cana-do-brejo, canafístula, douradinha-do-campo, menta, parietária, oliveira (azeite), primavera, pêssego (folhas secas), salsaparrilha, sálvia, suçuaiá, tomateiro (folhas), três-cipós, uva-japonesa (xarope do fruto).

149) Sardas: agrião (banhar o rosto com o suco com vinagre), celidônia (chá), limão (passar), cipó-suma (chá), maravilha (passar o suco das flores ou o pó da semente com suco de limão), trapoeraba (passar o suco fresco), canafístula (aplicar o suco verde das folhas com Clara de ovo), pepino (suco do mesmo), feijão-branco (pôr os grãos de molho com vinagre até poder descansar, secar, reduzir a pó e misturar com azeite e aplicar).

150) Sangue: (limpeza e circulação) douradinha, alho, cebola, nogueira, salsaparrilha, suspiro.

151) Sapinhos (afta que dá na boca das crianças, em forma de vesículas semelhantes ao leite coalhado): Falta às crianças vitaminas A - B - C. Fazer bochechos com alecrim da horta, juazeiro (casca ralada com mel, ou chá para passar na boca), tansagem (suco adocicado), crista-de-galo (chá das flores).

152) Sarampo (pintas vermelhas na pele): Ficar de cama, pouca luz, evitar correnteza de ar. Chás recomendados: sucos cítricos, suco de limão com água. Agrião (suco ou chá), celidônia (chá), dália (chá das foIhas), folhas de laranja (chá), capim-cidreira, erva¬-cidreira (chá), sabugueiro (chá, provoca suor), poaia-branca (chá), violeta (chá das folhas).

153) Seios: (bico rachado): arnica (chá das folhas), jurubeba (chá das folhas), cominho (chá), salsaparrilha (raiz chá). Seios com nódulos ou tumores tomar chá: bardana, avelãs (leite 1 gota e depois aumentar por vez, veja a palavra avelãs), malva (chá), margarida (chá), tansagem (chá e compressas), batatinha ralada (aplicar crua) suco de urtiga (raiz amassar com argila e aplicar). Com nevralgias: fazer compressas com chá das folhas de tansagem, com folhas de alface, hortênsia.

154) Sífilis (doença venérea contagiosa): avelãs (leite 1 gota por vez), agave, abacate, araticum, arnica-do-mato, aroeira, bardana, buxo, caapeva, cainca, calêndula, camboatá, cana-de-macaco, canela-de-perdiz, carnaúba, caroba, caruru-bravo, chapéu-de-couro, cipó-açougue, cipó-de-gato, cipó-escada, cipó-suma, copaiba (óleo), douradinha, erva-¬de-bicho, erva-de-bugre, erva-de-Iagarto, guaco, fedegoso, figo, guandu (folhas), limão, língua-de-vaca, manacá, manga, mururé, nogueira, pau-ferro, peroba, japecanga, pita, rabo-de-bugio, salsaparrilha, sassafrás, sabugueiro, sete-sangrias, túia, taiuiá, unha-de¬boi, urtiga, tarumã, velame-do-campo.

155) Sinusite (infecções dos seios nasais ou cavidades cranianas que se comunicam com o nariz): açucará (aspirar o pó da vagem), buchinha-do-norte (ferver e aspirar o vapor), eucalipto, espirradeira ou oleandra (reduzir a folha a pó como rapé), fumo (como rapé), hera-terrestre (cozinhar uma folha e pingar no nariz), mentruz (fazer com ele aplicações locais), sempre-viva-dos-jardins (chá), guatambu-amarelo (chá das folhas). Tomar depurativos do sangue. Salmoura pingar no nariz, clorofila líquida pingar no nariz.

156) Solitária: tênia. abóbora (semente de 60 g a 90 g descascadas e trituradas com 100 g de açúcar e um pouco de leite, tomar em jejum), romanzeira (casca ou raiz), amoreira¬preta (30 a 50 ramas de casca ou raiz), artemísia, esfregão (semente), erva-de-santa¬maria (suco dela com açúcar e água fria, tomar em jejum), gameleira (leite misturado com leite de vaca), porongo (semente), feto-macho (é uma samambaia, pó da raiz amarela), semente de pepino.

157) Surdez: alho (colocar com algodão), arruda (suco ou maceração da planta em azeite), calêndula (suco), couve (suco), malva, margarida, maravilha, nogueira, salsa (folhas), sabugueiro (folhas amassadas).

158) Tabagismo (vício de fumar): agrião (chá), carvalho (bolotas torradas fazer chá), gervão, hortelã, limão, melissa, nogueira, tansagem.

159) Testículos (escroto com dores e inflamações): cedro vermelho (banhos), cipó-mil-homens (chá), cipó-imbé (banhos), dedaleira (chá bem fraco), erva-de-bicho (chá das folhas), coerana (chá das folhas e raiz), fava (cataplasma da farinha), piteira (chá das folhas), trapoeraba (chá e banhos).

160) Tétano (causado por ferimentos com materiais sujos ou enferrujados): No umbigo da do recém-nascido pode originar o tétano chamado mal-do-sétimo-dia. Faça sangrar abundantemente, banhe em água quente com cinza, aplique folhas de angelicó, babosa, alho, beladona, maracujá, saião, colorau, fedegoso, salva.

161) Tireóide (mal de Basedow, bócio): artemísia, azedinha, carvalho-europeu, cavalinha, goiabeira (comer fruta), licopódio (erva-de-bruxa), marroio-branco, sorgo (tomar a cinza da haste queimada), salva, trevo-cheiroso, chá de agrião, alecrim-do-jardim.

162) Tosse: açafrão, açoita-cavalo, agrião, alecrim, alfavaca, ameixa-japonesa, angico, anil, anis, assa-peixe, acácia, avenca, bardana, cabriúva, camará, cambará, camboatá (casca), cipó-suma, casca-de-anta, colorau, cravo-de-defunto, crista-de-galo, erva-Ievante (chá), figo, guaco, hortelã, jatobá dente-de-leão, língua-de-vaca (torrar a semente), lixeira (folhas e casca), erva-de-santa-maria, jaracatiá, limão, mamão, magnólia, marmelo, mentruz, mulungu (calmante), papoula (calmante), maracujá (calmante), nabo, tuna, tomate, umbaúba, fumeiro-bravo (raiz em xarope), ameixeira-de-inverno (folha), poejo, perpétua, pensamento (flor e folhas), violeta, urtiga, rabanete, repolho (suco), tansagem, cipreste, pinheiro (resina), iúca (flor).

163) Torcicolo: arnica (compressas e tomar), corticeira (chá), linho (aplicar a farinha), louro (bagas esmagadas fazer chá), língua-de-vaca (tomar 4 xícaras de chá da raiz), maracujá (chá), manjerona (chá), poejo (chá). Manter-se agasalhado.

164) Trombose (coagulação do sangue dentro dos vasos formando trombas que obstruem a circulação): aplicar compressas ou cataplasmas, arnica, dália, alho (chá), bananeira (aplicar a folha), erva-de-santa-maria (chá), erva-lanceta (chá), margarida (chá), maria-mole (aplicar), salva, mastruço (aplicar).

165) Tumores: açoita-cavalo (chá), aloés (babosa), araticum (chá), aroeira, assa¬-peixe, arnica, avenca, avelós (começar com uma gota de leite por dose), barbatimão, bardana (aplicar e tomar), beladona (aplicar as folhas), buva (chá), cactos (aplicar), caqui, casca-de-anta (chá), carobinha (chá), calêndula (chá), celidônia (chá), cavalinha (chá), caruru-do-reino (cata-plasma), cinamomo (cataplasma), cipó-suma (tomar), coerana (chá), confrei (aplicar), erva-de-São-João, fedegoso (chá), espinheira-santa (chá), figo, gameleiro (untar com leite), juá (fruta assada aplicar), língua-de-vaca (folhas cataplasma), malvão (chá), nogueira, quiabo (chá), perna-de-saracura, repolho (suco e cataplasma), saião (suco), salva, túia, trapoeraba (chá), vassourinha-do-campo (chá).

166) Úlceras: (lesão na pele ou mucosa, ferida aberta): acácia, alfavaca (chá), aroeira, azedinha, babosa, barba-de-veIho, calêndula (infusão e aplicação do suco), cajueiro, capim-de-burro, caroba, cavalinha (lavar), cedro (lavar), cipó-imbé, cipreste, dorme-dorme, erva-de-passarinho, erva-de-santa-Iuzia, hera-terrestre, umbaúba, espinheira-santa, figueira (fruto e leite: tomar 5 a 8 gotas de leite 3 vezes ao dia), gerânio, guaçatonga, língua-de-¬vaca, margarida (chá e aplicar o suco), maricá, moela de galinha (a pele por dentro reduzir a pó e tomar), pariparoba, pita (tomar e aplicar), rosa-vermelha, sarandi, salsa-parrilha (chá), saião (suco), sempre-viva, tansagem (tomar e aplicar, é de grande valor curativo), taioba (raiz ralada), tinhorão (bulbo, uso externo), velame-do-campo (chá).

167) Uretra: (inflamações): acelga (chá), amor-do-campo, capim-pé-de-galinha (chá), carrapicho-de-carneiro (folhas chá), cipó-cabeludo, erva-do-bicho (chá), dente-de-leão, erva-silvina, erva-tostão, fedegoso (chá), eucalipto (chá), guabirobeira (folhas chá), ipê, jatobá (chá das cascas), limão, salva, tansagem, trapoeraba, tarumã, uva-do-mato, serralha-¬brava (suco ou chá).

168) Urina (ácido úrico): abacateiro (folhas), alfavaca, beldroega, cabelo-de-milho, capim-pé-de-galinha, cipero, cardo-santo, chuchu, chá-de-bugre, erva-tostão, grama, losna, cordão-de-frade, melancia, pixirica, quebra-pedra, sabugueiro, salsa (raiz), tiririca, trapoeraba, urtigão. Urina (afecções na bexiga, urina turva e fétida): anis, agrimônia, alcachofra, aroeira, amor-perfeito, bago-de-veado, beladona, caroba, cardo-santo, chá-¬de-bugre, cipó-suma, douradinha-do-campo, losna, limão, sete-sangrias, taiuiá, tansagem, tarumã, túia, trapoeraba, urtiga. Urina (incontinência da urina, urina solta): alfafa (raiz), abóbora (cozimento das flores), aroeira, agrimônia, arruda, buxo (para as crianças), avenca, cabelo-de-porco, cipreste, carvalho, copaíba, chorão, crisântemo, damiana, mil¬em-rama, quebra-pedra, romã, uvarana, vassoura (das de varrer a casa chá da semente). Educar a vontade segurando a urina o mais possível durante o dia. Tomar pouca água ao anoitecer. Tomar bastante mel ou açúcar no chá ou no café a noite. Urina (presa, dificuldade em urinar): alecrim, boldo-do-chile, cabelo-de-milho, chá-de-bugre, carrapicho-de-carneiro, caruru-de-espinho (raiz), abóbora (chá do cabinho), trapoeraba, imbiri, fedegoso (raiz), salsa, erva-tostão, erva-moura, girassol, uva-do-mato. Urina (com sangue, hematúria): algodoeiro, bolsa-de-pastor, calêndula, cambuí, casca-de-anta, douradinha-do-campo, erva-de-passarinho, espelina, girassol, mil-em-rama, romã, solda¬com-solda, sete-sangrias, sempre-viva, tansagem, urtiga, uva-do-mato.

169) Urticária: arrebenta-cavalo (doses fracas), cipó-imbé (banhos do cozimento das folhas), copaíba (aplicar o óleo), beladona (chá fraco e banhos), trapoeraba (suco passar).

170) Útero (doenças em geral, metrite): açoita-cavalo, aipo, agoniada, assa-peixe, baunilha, abútua, barbatimão, caroba, carapiá, cinco-folhas, camomila, espelina, fel-da¬terra, erva-moura, erva-de-passarinho, fedegoso, gengibre, guaco, hortelã, hamamelis, jequitibá (banhos), jaborandi (chá), joão-da-costa, maceta, nabo, pariparoba, salva-cidreira, trevo (chá), túia (chá), velame-do-campo (chá).

171) Varíola: confrei (chá), borragem (chá), dália (chá), agrião (comer), túia (chá), sabugueiro (chá), coerana (chá), laranjeira (chá das folhas).

172) Varizes: (veias dilatadas e tortas, geralmente nas pernas, abaixo do joelho): abútua, bardana (raiz), alface, alho, amica, araçá, artemísia, bananeira (aplicar a folha untada de azeite), barba-de-velho ou de pau, castanheira (aplicar o cozimento dos ramos ou casca), cavalinha (chá), cenoura, cipreste, copo-de-Ieite (pomada), erva-cidreira, dente¬-de-leão, erva-de-bicho, erva-lanceta, erva-mate, erva-de-santa-maria, goiabeira, hortênsia (folhas), jaboticabeira, marmelo, macela, maria-mole (tomar três xícaras por dia), salva, saião, romã, tansagem (suco), vinagreira, urtiga, violeta. Não permanecer por longo tempo em pé. Evitar o uso de objetos apertados (roupas, cintos, ligas, faixas, etc) para prevenir o estrangulamento da circulação. As úlceras varicosas muitas vezes vêm de varizes crônicas e não combatidas e são de difícil cura.

173) Vermes: abacate (10 g de casca verde da fruta), abóbora (50 g a 90 g de semente trituradas com 100 g de açúcar e 150 ml de leite ou então fazer chá da semente), arruda (20 g para crianças, pôr sobre o ventre), alho (cru ou com leite), amoreira-preta (chá da casca ou da raiz), araticum (chá das folhas ou das cascas do tronco), artemísia (folhas ou flores), babosa (chá), beijo-de-moça (sementes), butiá-de-vinagre (comer a fruta), buxo (os alemães o chamam debuchsbaum; alguns italianos de olivo). Tomar em jejum de manhã, uma vez por semana e três semanas seguidas. Durante o dia, tomar um bom depurativo do sangue como das folhas de laranja-do-mato ou cruzeiro. Beldroega (pôr 1/5 de uma garrafa de semente e o resto vinho bom e tomar após 9 dias um cálice por dia e 8 dias .seguidos), erva-gorda (o mesmo), cajueiro (fruto), camomila (50 g), canforeira, carqueja, casca-de-anta ou cataia (contar os vermes do sangue), catinga-de-mulata, cipó-d'alho, cipó-escada com salsa e cabelo-de-porco, cinamomo (chá das sementes ou folhas), coco (Ieite),corticeira, couve (suco das folhas), cravo-de-defunto ou chinchilho (a flor), erva-de-bicha ou erva-de-santa-maria é uma das ervas mais usadas contra os vermes (o suco ou semente com gemada, chá das folhas em leite ou em água), erva-de-bicho, esfregão (semente ou suco do fruto e o chá das folhas em clíster contra amebas), caroba (contra amebas), fedegoso (raiz), feto-macho (30 g do pó da raiz), gameleira (leite contra vermes e com maior dose, tênia), guaxuma (semente), guaco, hortelã, limão (chá da semente ou da casca ralada), quebra-pedra (em leite), mamoeiro (o leite, 10 a 24 sementes por vez, 33 g da raiz ralada: tomar no espaço de uma hora), melão-de-são-caetano (folhas e suco), mentruz (chá), pessegueiro (pôr folhas esmagadas em cataplasma sobre o ventre da criança); outra maneira de usar é 2 g de folhas numa xícara de leite, pitanga, rábano (semente), rabanete (semente), mamona (3 a 4 sementes), melancia (semente), manga (brotos e amêndoa), romanceira (50 g da casca do pé ou raiz), tremoço (semente). As gestantes devem tomar cuidado com os vermífugos.

174) Verrugas: aplicar alho-porro (suco), avenca (infusão e tintura: passar três vezes ao dia), calêndula (suco e tomar chá), cerejeira (óleo da semente), celidônia (leite), avelãs (venenosa, pôr o leite), coroa-de-Cristo (leite), cipó-timbó (leite), figo em vinagre forte (esfregar), figueira (leite), flor-de-papagaio (leite), limão em vinagre, pita (suco), túia (tomar o chá), sabina (folhas), sempre-viva (suco).

175) Vertigens (tonturas, desmaios): agrião, alface (raiz), arruda, beladona (chá fraco), cassaú, cravo-de-jardim, corticeira, dorme-dorme, dedaleira, erva-doce, erva-moura, erva¬de-santa-maria, margarida, maracujá.

176) Vitiligo (dermatose que provoca despigmentação total em placas ou manchas disseminadas por várias regiões do corpo): bergamota (uso-externo do óleo que se espreme da casca da fruta), cipreste ou túia (chá), funcho, cipó-de-São-João (extrai-se das flores uma espécie de gordura que se aplica externamente, das flores da mesma se faz uma maceração em pinga e toma-se 2 colheres em água como chá), mamica-de¬cadela (tomar chá da casca por longo prazo tem provocado bons efeitos).

177) Vômitos: coco-da-bahia (leite), camomila, dedaleira (chá), abútua, erva-doce, erva-cidreira, erva-macaé, louro, nogueira, hortelã, mentrasto, oliveira, salva.

12 comentários:

  1. Acredito no poder de Cura através das plantas e lembro-me de usar sempre que preciso.Muito raramente uso remédios manupulados.

    ResponderExcluir
  2. Sou SORO POSITIVO assintomático.não tomo ainda os retrovirais e nem quero toma-los,caso alguém saiba de algum tratamento natural e eficaz para aumentar meu CD4 e diminuir a carga viral,por favor me oriente. Abraços a todos Silas. Meu email é (silaspositivo@hotmail.com)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Silas, vou pesquisar sobre isso. Talvez o alho por ser bactericida natural, (quem tem pressão baixa deve tomar cuidado ao ingerir em grande quantidade). Em todo caso a vitamina C, suco de cenoura, água de coco é muito indicado pra aumentar a imunidade.

      Excluir
  3. sim mas para cobreiro de sapo o que fazer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cobreiro é o mesmo que herpes, é muito contagioso e os médicos receitam alguns anti-virais que devem ser tomados por 5 a 10 dias. Pode ser o aciclovir mas deve ser receitado por um médico. Enquanto espera a consulta pode passar pedra-ume (alúmen) no local da ferida. É secante e cicatrizante. Se for na boca use pomada de gingilone pra diminuir a dor.

      Excluir
  4. LEIA. VOCÊ VAI GOSTAR.
    MUITAS DICAS.

    ResponderExcluir
  5. gostaria de saber como faço para retirar o açúcar da urina?

    ResponderExcluir
  6. gostaria de saber como eliminar o açúcar da urina?

    ResponderExcluir
  7. Evelin, quando o açúcar sai na urina é porque foi ingerido. Não dá pra tirar ele da urina sem tirar da alimentação. Diminua os carbohidratos, farinha de trigo, contidas em bolos, pães, tortas. Evite comer açuçar, mel, refrigerantes e alimentos que engordam, isso vai diminuir a glicose (acúcar) na urina. Cuide de prevenir a diabetes.

    ResponderExcluir
  8. Edney da Silva Benayon12 de julho de 2014 11:17

    Muito bom . A natureza sempre nos foi dada para a CURA.

    ResponderExcluir
  9. queria saber se tem uma planta , simpatia ou chá que aborta até 4 meses e como devo fazer

    ResponderExcluir
  10. Para Herpes Labial sempre indico um bastão labial a base de Aloe Vera "Lips"da Forever Living, que também é super cicatrizante para picadas de insetos e peles sensiveis, como também faço uso por 3 dias de 3 litros do suco puro de Aloe Vera para desintoxicação e limpeza do organismo, aumenta a imunidade e combate muitos males e doenças.

    ResponderExcluir